Realização do 4º ENA é destacada por João Daniel, ao registrar passagem do Dia Mundial do Meio Ambiente


Aracaju, 08 de junho de 2018

 

A importância da realização do 4º Encontro Nacional de Agroecologia (ENA), ocorrido em Belo Horizonte (MG), de 31 de maio a 3 de junho, foi destacada pelo deputado federal João Lula Daniel (PT/SE). Nesta edição, o evento teve como lema “Agroecologia e Democracia Unindo campo e cidade”, quando evidenciou a evolução das experiências em agroecologia nos últimos 30 anos, em diversos territórios do país, destacando a contribuição das políticas públicas advindas da democratização do Estado brasileiro neste período. O estado de Sergipe participou desta atividade, através da secretária de Agricultura, Rosilene Rodrigues, que participou da atividade.

 

O Encontro Nacional de Agroecologia visa apresentar para amplos setores da sociedade experiências do campo, das florestas, das águas e das cidades que mostram os múltiplos benefícios da agroecologia: produção de alimentos saudáveis; recuperação e conservação de fontes de água, da biodiversidade, das florestas e dos solos; democratização do uso da terra; geração de trabalho digno e renda; valorização das identidades e das culturas representadas pela diversidade dos sujeitos. “Além disso, o ENA pretende manifestar um posicionamento crítico e denunciar o desmonte das políticas públicas e violação dos direitos, para que a sociedade se engaje na defesa de políticas públicas para a reforma agrária, a defesa dos territórios dos povos e comunidades tradicionais e nas cidades, bem como o fortalecimento da agricultura familiar e camponesa e dos coletivos urbanos que praticam a agroecologia”, destacou João Daniel.

 

Aproveitando a ocasião, o deputado também registrou o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado anualmente no dia 5 de junho. Sobre a data comemorativa, ele frisou os trabalhos feitos com o seu mandato em parceria com a Secretaria de Estado e do Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Sergipe (Semarh). “Quero saudar todos os que fazem esse trabalho em nome do secretário, Olivier Chagas, todos os diretores, funcionários, trabalhadores e aqueles que lutam e defendem o meio ambiente em nosso país”, disse Daniel.

 

O deputado finalizou seu pronunciamento parabenizando os coordenadores da Mata do Junco, reserva criada graças à luta do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), no município de Capela, durante o Governo Lula e no governo do governador Marcelo Déda. “A reserva está lá muito bem preservada, com nascentes de água. E eu tive a oportunidade de participar de um belo café da manhã, com aula, com debate, com alunos, com os estudantes, com funcionários, com todos que cuidam daquele espaço importante do município de Capela, no dia que se homenageava e no dia que se comemorava o dia da defesa do meio ambiente”, destacou.

 

Por Whagner Alcântara