“Presente de Temer são mais de 2 milhões de novos desempregados em um ano”, diz João Daniel


Aracaju, 02 de junho de 2017

 

 

 

A crise que se agrava a cada dia no Brasil e os rumos da política econômica dessa gestão têm se refletido no número de empregos no país. Em discurso na Câmara esta semana, o deputado federal João Daniel (PT/SE) lamentou o avanço do desemprego, segundo apontaram dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O levantamento mostrou que nesse primeiro ano do governo Michel Temer o número de desempregados aumentou 2,6 milhões. Segundo ele, esse é o único presente dado por este governo em um ano.

 

“A economia não melhorou em nada. Pelo contrário, piorou. A recessão aumenta, o desemprego aumenta. É preciso que o governo reconheça que ele acabou. E para ajudar a economia e o Brasil a saída é renúncia já e eleições diretas”, afirmou João Daniel. O parlamentar lembrou que, quando foi dado o golpe contra a presidenta Dilma Rousseff, o argumento era que todos os problemas seriam resolvidos, e o que se vê agora é desemprego e escândalos de corrupção.

 

Esses 2,6 milhões de novos desempregados contabilizados no primeiro ano de governo Michel Temer representam uma alta de 23,1% com relação ao número de desempregados observado no trimestre imediatamente anterior à sua posse como presidente interino. Segundo João Daniel, os dados do IBGE mostram que não houve melhora no mercado de trabalho. “Isso é lamentável. A taxa de desemprego, que calcula o número de desocupados em relação à população em idade de trabalhar, subiu de 11,2% para 13,6% no período. Foi a pior para um trimestre encerrado em abril desde o ano de 2012, quando teve início a pesquisa”, completou.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa

Foto: Jornal Regional