Prefeito reconhece importância da emenda destinada por João Daniel para retomada do Festival de Artes de São Cristóvão


 

Aracaju, 07 de novembro de 2017

 

 

Depois de 12 anos sem ser realizado, o tradicional Festival de Artes de São Cristóvão (FASC) será retomado agora em 2017. A programação da 34ª edição do evento foi apresentada nessa terça-feira pelo prefeito do município de São Cristóvão, Marcos Santana. O Festival acontece entre os dias 1 e 3 de dezembro, com uma vasta programação. A expectativa é que a cada dia cerca de 10 mil pessoas participem das atividades na quarta cidade mais antiga do país.

 

O prefeito Marcos Santana reconheceu a importância do apoio dado pelo deputado federal João Daniel (PT/SE) para que o Festival de Artes de São Cristóvão voltasse a ser realizado, depois de tantos anos no esquecimento. Segundo ele, não fosse a parceria e amizade de João Daniel por São Cristóvão, município do qual é eleitor, esse Festival não teria acontecido. Marcos Santana disse que o principal aporte de recursos para a realização do FASC foi colocado através de uma emenda impositiva destinada por João Daniel, em dezembro do ano passado, no valor de R$ 150 mil.

 

“Nós já tínhamos sido eleitos e não tínhamos tomado posse ainda e ele acreditou que era possível. Foi a emenda de João Daniel que nos deu coragem de correr atrás de mais dinheiro e apareceram outros parceiros a partir dessa acreditação por parte de João Daniel”, relatou Marcos Santana. O prefeito ressaltou que é momento de muita alegria para São Cristóvão a retomada do Festival de Artes e afirmou que a expectativa em torno do evento é muito positiva. “Estamos acreditando muito. São Cristóvão sempre será grato a esse gesto de João Daniel e a gente quer fazer com ele esses três dias de alegria, de discussão da arte e da cultura do povo sergipano em São Cristóvão”, disse.

 

Para o deputado João Daniel, é uma satisfação muito grande ver o retorno do Festival de Artes de São Cristóvão, uma cidade que respira cultura, com seu patrimônio arquitetônico e histórico. “Contribuir através do nosso mandato para que essa importante manifestação da cultura e da arte voltasse a ser realizada, trazendo para São Cristóvão sergipanos de várias partes e estudiosos e admiradores da cultura para o município durante o festival, é uma honra para nós”, disse o parlamentar.

 

Durante os três dias de FASC, uma programação bastante diversificada será realizada, com cortejos de grupos folclóricos, filarmônicas e sinfônicas do estado, repentistas, grupos de rap, intervenções artísticas, exposições de fotografias, artes plásticas, esculturas, oficinas, contação de história, apresentações teatrais, exibição de curtas metragens e shows, entre eles da Orquestra Sinfônica de Sergipe, Imbuaça, Companhia de Artes Tetê Nahas, Chiko Queiroga e Antônio Rogério, Mestrinho, The Baggios, Otto, Nação Zumbi, entre tantos outros.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa