João Lula Daniel defende votação da MP do Frete por mais dignidade para os caminhoneiros


Aracaju, 11 de julho de 2018

 

 

Em apoio à luta da classe dos caminhoneiros no Brasil, o deputado federal João Lula Daniel (PT/SE) discursou sobre a necessidade de realização da votação da Medida Provisória (MP) 832/2018, a MP do Frete, que dispõe da criação da política de preços mínimos do transporte rodoviário de cargas. O discurso aconteceu no início da tarde desta quarta-feira, dia 11, no plenário da Câmara Federal.

 

A MP 832/2018 objetiva instituir condições razoáveis à realização de fretes em todo o território nacional, mediante tabela elaborada semestralmente pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). “Os caminhoneiros precisam dessa votação. O Brasil inteiro viu, através da greve dos caminhoneiros, que quando eles param, quem trabalha, quem produz, a produção e a economia também param. Os caminhoneiros mostraram sua força. A classe trabalhadora do Brasil precisa estar atenta”, disse João Daniel.

 

De acordo com o texto da MP 832/2018, para a definição dos preços mínimos, a ANTT deverá levar em consideração o tipo da carga, a distância, o preço do diesel e os custos de pedágio. No Supremo Tribunal Federal existe uma ação, de autoria do deputado federal Evandro Gussi (PV-SP), que visa à suspensão da votação da MP. Gussi alega ser ilegal a aprovação da medida provisória na Comissão Especial no Congresso Nacional, uma vez que não foi lhe assegurado o prazo mínimo regimental de 24 horas de vista do parecer.

 

Para o deputado João Daniel, os representantes das grandes empresas brasileiras são os únicos contrários à realização da votação. “Quem não quer instituir o preço mínimo do frete são as grandes empresas que usam os caminhoneiros, os motoristas, na mais alta exploração. Por isso, o nosso total respeito aos caminhoneiros, aos donos de caminhão, que também são caminhoneiros, e àqueles que são apenas motoristas. Que nós possamos votar o projeto e proporcionar mais dignidade a esta categoria importante para o Brasil”, destacou Daniel.

 

Por Whagner Alcântara, da Assessoria

Foto: Lula Marques