João Daniel visita feridos em manifestação contra as reformas em Brasília


Aracaju, 25 de maio de 2017

 

 

O deputado federal João Daniel (PT) participou, nessa quinta-feira, dia 25, da comitiva de deputados petistas que visitou as pessoas feridas durante as manifestações realizadas ontem em Brasília. Juntamente com os colegas Benedita da Silva (PT/RJ), Adelmo Leão (PT/MG) e Leonardo Monteiro (PT/MG), ele foi até o Hospital de Base de Brasília. O grupo foi recebido pelo diretor da unidade hospitalar, Júlio César Ferreira Júnior.

 

Segundo o parlamentar, somente nesse hospital foram atendidos 35 manifestantes atingidos. Até a manhã dessa quinta, quatro permaneciam internados, um deles em estado grave. Este paciente apresentava uma lesão na mandíbula e no pescoço. João Daniel disse que a visita foi um gesto de solidariedade dos deputados aos trabalhadores, estudantes, homens e mulheres que, juntamente com alguns parlamentares, foram atacados pela polícia durante um ato democrático.

 

Em discurso feito na sessão desta quinta-feira, na Câmara, João Daniel lamentou a truculência da polícia e ressaltou que os manifestantes realizavam um ato legítimo, na defesa da democracia e das eleições diretas e pela retirada imediata de pauta das reformas Trabalhistas e Previdenciária. O parlamentar lembrou ainda que entre as vítimas existem pessoas desaparecidas. Entre elas, citou o caso do jovem Rafael Esteves, de 27 anos, do Rio de Janeiro, que até o momento não foi encontrado em nenhum hospital.

 

João Daniel repudiou a forma de agir da polícia e o emprego das Forças Armadas. “Nunca que as Forças Armadas e a polícia usaram a força e as armas contra o povo elas foram vitoriosas. A vitória é a vitória da democracia. Precisamos do direito de nos manifestar. E ontem houve, sim, um desrespeito aos parlamentares, entre eles, eu, que fui proibido, inclusive, de sair para participar da manifestação por conta das grades e cercas que o presidente da Câmara, do Senado e o presidente Michel Temer impuseram ao povo brasileiro”, afirmou o deputado.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa

Fotos: Márcio Garcez