João Daniel se posiciona sobre a MP 839/2018


Aracaju, 01 de junho de 2018

 

 

O deputado federal João Lula Daniel (PT) se posicionou contra a Medida Provisória 839/2018, emitida pelo presidente golpista Michel Temer, ontem. Para ele, essa MP vem sacrificar ainda mais a vida dos brasileiros, uma vez que cancela parte dos gasto de cerca de 50 áreas e programas governamentais. Confira a seguir a nota na íntegra:

 

NOTA SOBRE A MP 839/2018

No último dia de maio, o povo brasileiro foi mais uma vez golpeado pelo governo do senhor Michel Temer, quando foi editada a Medida Provisória 839/2018 que cancela parte dos gastos de aproximadamente 50 áreas e programas governamentais que somam mais de R$ 3 bilhões. Nesse total, quase R$ 180 milhões iriam para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Para Gastão Wagner, presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), o governo Temer agravou mais uma vez a saúde dos brasileiros e o Sistema Único de Saúde recebeu mais um duro corte após o anúncio das medidas.

Na prática, para poder garantir o pagamento de acionistas da Petrobras, o governo golpista sacrifica uma área que já vem com muitas dificuldades. A Abrasco lembra que com os cortes promovidos pela Emenda Constitucional 95 a situação já era grave, com redução de leitos nos estados e municípios e que este corte pode implicar em mortes que poderiam ser evitadas.

Para o Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), a medida pode trazer impactos no combate às epidemias, sacrificando a vida de milhares de brasileiros. Tudo isso se soma às diversas medidas irresponsáveis do golpismo que na sua subserviência ao capital nacional e estrangeiro não é capaz de olhar para a grande massa da população que se vê cada vez mais excluída nos seus direitos fundamentais.

Deputado federal João Daniel (PT/SE)