João Daniel rechaça proposta de implantação do parlamentarismo no Brasil


Aracaju, 10 de agosto de 2017

 

 

Diante de vários posicionamentos de figuras políticas, nos últimos dias, defendendo a implantação do sistema parlamentarista no Brasil, o deputado federal João Daniel (PT/SE), em discurso na Câmara, se colocou contrário a essa proposta e lembrou que esse foi um projeto já rejeitado pelo povo brasileiro. “Temos ouvido sobre a possibilidade de aqueles que organizaram o golpe contra a presidenta Dilma discutirem e implementarem um projeto já derrotado pelo povo brasileiro, o parlamentarismo”, disse.
Para o deputado, o PSDB está envergonhado por ter financiado e pago o advogado que fez o processo de impeachment, que se abraçou com Michel Temer. “Ficam aqui preocupados com o presidente Lula, com as caravanas do presidente Lula”, disse, lembrando que essa preocupação se deve à colocação do presidente Lula em primeiro lugar nas pesquisas para a eleição presidencial.
Ele ressaltou que fica impressionado como tentam, de todas as formas, criminalizar e criticar o presidente Lula. “O PSDB realmente deve estar envergonhado, pois não tem coragem de rodar o Brasil com o seu líder, com o seu candidato a presidente, para fazer debate em lugar nenhum”, acrescentou João Daniel.

 

O deputado lembrou que, no plebiscito realizado no ano de 1993, os brasileiros optaram pelo regime presidencialista, diante das opções do parlamentarismo e monarquia. Na avaliação de João Daniel, é preciso voltar a ter um debate sobre o Brasil. “Nós precisamos das eleições diretas, precisamos de um presidente eleito pelo povo brasileiro. Não dá para continuar, sem nenhuma esperança, sem nenhuma expectativa, com o desemprego e com o desmonte do Estado brasileiro, coordenado pelos setores conservadores que golpearam este país”, ressaltou.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa