João Daniel participa de reunião com taxistas e prefeito de Socorro


Aracaju, 20 de janeiro de 2017

 

 

Acompanhando uma comissão formada por integrantes do Sindicato dos Taxistas de Sergipe (Sintaxi/SE), o deputado federal João Daniel (PT/SE) participou de reunião com o prefeito do município de Nossa Senhora do Socorro, Padre Inaldo, na manhã dessa sexta-feira, dia 20. O grupo foi solicitar apoio do município no combate ao transporte clandestino de passageiros feito por motoristas de veículos particulares. Também participou da reunião, o superintendente municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), José Toledo.

 

O deputado João Daniel agradeceu ao prefeito ter recebido o grupo de taxistas e externou a confiança na sua gestão. Vice-presidente do Sintaxi, Gerson Ferreira solicitou ao prefeito Padre Inaldo que, junto com a SMTT, pudesse fazer um trabalho forte para inibir o transporte irregular no município. “O transporte placa cinza (veículos particulares) é inconstitucional. É um crime e precisa ser inibido na forma da lei. E o transporte por aplicativos sem regulamentação não está só em Aracaju, mas já está entrando em Socorro, São Cristóvão e Barra dos Coqueiros”, alertou.

 

Os representantes da categoria ressaltaram que é necessária a somação de forças de todos os prefeitos da região metropolitana de Aracaju para barrar a clandestinidade, para que não haja uma concorrência desleal. Por isso defendem que haja uma regulamentação. Na Câmara dos Deputados está tramitando o projeto de lei 5587/2016, de autoria do deputado Carlos Zarattini, que visa regulamentar táxis e aplicativos. Um dos objetivos é combater a concorrência desleal e predatória promovida pelas empresas estrangeiras e nacionais exploradoras deste segmento, como dos aplicativos já em atividade.

 

Fiscalização

Na oportunidade, o prefeito Padre Inaldo disse que, em reunião com a equipe da SMTT, já decidiu avançar na fiscalização contra o transporte clandestino no município de Socorro e ressaltou a importância da parceria com os taxistas para que isso aconteça. Já o superintendente da SMTT, José Toledo, reconheceu que essa reivindicação dos taxistas é importante e justa e informou que a legislação do município já veda que veículos de placa cinza façam transporte remunerado de passageiros.

 

Ele informou ainda que o prefeito Padre Inaldo, preocupado com o avanço do transporte irregular, determinou, logo no início da gestão, a criação de um grupamento de combate aos clandestinos. O grupo conta atualmente com quatro agentes e já na próxima semana deverá a operacionalizar essas ações de combate. “Pedimos a colaboração dos taxistas com denúncias e informação de placas, onde e em que horários esses veículos estão atuando, para por foco do combate nisso”, disse o superintendente.

 

Essa foi mais uma reunião dos taxistas com gestores de municípios da região metropolitana de Aracaju, para tratar sobre o transporte clandestino intermediada pelo deputado João Daniel. Na última quarta-feira, dia 18, a reunião foi com o prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana, no escritório do parlamentar. Na oportunidade, o prefeito também se comprometeu em tomar medidas enérgicas para coibir a ilegalidade no transporte de passageiros por veículos particulares. Inclusive, na ocasião, ele informou a recriação da SMTT no município.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa