Em debate na Comissão de Educação, João Daniel cobra investimentos em Institutos e Universidades Federais


Aracaju, 28 de novembro de 2017

 

 

Em audiência realizada na Comissão de Educação, na manhã de hoje, dia 28, que traçou diagnósticos sobre a atual situação e o futuro dos Campi do interior das Universidades Federais e dos Institutos Federais, o deputado federal João Daniel (PT/SE) enfatizou a importância do investimento financeiro, por parte do governo federal, para que não haja retrocesso na educação brasileira e obras prometidas e iniciadas possam ser efetivamente concluídas.

 

Em seu discurso, frente aos reitores e diretores de Institutos e Universidades presentes à plenária, João Daniel explicou a importância desse debate. “O Estado de Sergipe só tem as duas instituições federais, que é o Instituto Federal e a Universidade Federal. É a esperança dos nossos jovens sergipanos. Nós temos a Universidade Federal Campus Sertão funcionando, formando jovens, mas não tem orçamento e não tem liberação da obra do Campus do Sertão, há mais de um ano prometida, mas nada iniciou e não tem previsão. Então é fundamental que aconteça essa audiência e que haja um fórum permanente nacional para não haver retrocessos”, frisou Daniel.

 

Com o diretor geral do IFS Socorro, prof. Alberto Acioli, que participou da audiência

O deputado comemorou a inauguração do Campus do IFS em Nossa Senhora do Socorro e a proximidade da abertura do campus da cidade de Poço Redondo, ambos em Sergipe. João Daniel prometeu, ainda, dar total apoio na busca dos investimentos necessários. “Nós acompanhamos, há poucos dias, a inauguração do Campus de Socorro, no caso de Sergipe. Estamos vendo o Campus de Poço Redondo próximo de inaugurar. Estamos acompanhando o reitor do Instituto Federal de Sergipe, Ailton Ribeiro, o reitor da Universidade Federal de Sergipe, Ângelo Antoniolli – com o qual tive a oportunidade de estar, na última sexta, com todos os diretores –, e eles estão aflitos. Estão vendo os cortes e vendo obras ameaçadas de serem paralisadas”.

 

Para ele, é preciso investir em educação. “Um país que não tem investimentos em educação é um país sem futuro. É fundamental que possamos cobrar do relator geral do orçamento e aqui estaremos firmes nessa trincheira que representa o futuro do Brasil, da nação e da nossa Pátria”, completou João Daniel.

 

Da Assessoria