“Delações deixam claro que este governo representa os interesses do grande capital como já denunciávamos”, diz João Daniel


 

Aracaju, 06 de junho de 2017

 

 

As denúncias tornadas públicas nas últimas semanas, através de delações feitas por grandes empresários, a exemplo dos executivos da JBS, Joesley e Wesley Batista, mostram que o que dizia a oposição há muito tempo estava certo. Foi esta a avaliação feita pelo deputado federal João Daniel (PT/SE), em discurso na Câmara, ao afirmar que quando chegou à Casa o projeto de negociação das dívidas com ele já estava a exigência do governo federal do compromisso para com os estados quanto aos servidores públicos e privatização de empresas estratégicas estaduais. Para o parlamentar, isso deixa claro que este governo está a serviço dos interesses do grande capital nacional e internacional.

 

“Cada dia fica mais claro que estava planejado, arquitetado aquilo que nós já denunciamos há muito tempo. É preciso ficar claro que este governo foi e é o governo dos interesses do grande capital econômico deste país e das grandes corporações internacionais”, afirmou o deputado. No caso específico de Sergipe, ressaltou João Daniel, esse interesse estaria em empresas da área de saneamento, o Banco do Estado de Sergipe (Banese) e a Sergás.

 

Segundo o parlamentar, a Câmara está votando muitos projetos que, em nome de contribuir com os Estados, estão cooperando, na verdade, com o grande capital. “Já havia – pelo menos está nas delações – a cooptação e a corrupção por dentro dos Estados certamente envolvendo gente do Congresso Nacional para se apoderar de empresas públicas. É lamentável que nós, no Congresso Nacional, votemos projetos, votemos autorizações que se prestem a servir aos grandes grupos econômicos para prejudicar serviços básicos, como o serviço de saneamento; para prejudicar bancos estatais e outras empresas, como estamos vendo a degradação e a destruição da Petrobras, uma das empresas mais importantes e estratégicas deste país”, avaliou João Daniel.

 

Para ele, é preciso que tudo seja apurado e que a Câmara esteja atenta ao povo brasileiro, ao compromisso nacional. Na avaliação do deputado João Daniel, não se pode votar projetos a pedido deste governo que já mostrou que é um governo que foi colocado lá – autorizado pelo Plenário da Câmara e confirmado pelo do Senado – para servir ao grande capital, aos interesses econômicos, sem nenhum compromisso com o povo brasileiro. “Esperamos que tudo seja apurado, esclarecido, e os responsáveis sejam punidos pela Justiça brasileira.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa