Reforma agrária: João Daniel registra posse da terra para mais 400 famílias de SE e BA


Aracaju, 9 de março de 2016

 

O ato de imissão de posse da Fazenda Renata, que irá beneficiar 400 famílias que serão assentadas nos Estados de Sergipe e Bahia, foi registrado pelo deputado federal João Daniel (PT/SE), em discurso feito na sessão da Câmara nesta quarta-feira, dia 9. Na última sexta-feira, dia 4, o deputado participou do ato no município baiano de Itapicuru, acompanhando o superintendente regional do Incra SE/BA, André Bomfim, o deputado federal Valmir Assunção (PT/BA), vários prefeitos da região, entre eles o prefeito de Tobias Barreto, Dilson de Agripino, integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) dos dois Estados, e as famílias.

 

A área da antiga fazenda Renata possui cerca de 10 mil hectares que agora, através do governo federal, é integrada ao Programa Nacional de Reforma Agrária e entregue a esses trabalhadores rurais sem terra para produzir. Segundo o deputado, isso cria uma nova perspectiva econômica para a região.

 

Devido a sua localização, numa região sob influência do manancial subterrâneo da Bacia do Tucano, o novo assentamento possui potencial para o desenvolvimento de diversas culturas como tomate, melão, melancia, banana, cebola e caju, e desta forma abastecer mercados nos dois Estados.

 

João Daniel registrou que a Fazenda Renata é o sexto imóvel obtido pelo Incra/SE em 2016, já que o mesmo atua em 16 municípios da Bahia, sendo que as demais áreas conquistadas anteriormente foram destinadas à consolidação de territórios quilombolas em Sergipe. O deputado acrescentou ainda que é válido destacar que esta é mais uma importante conquista decorrente da luta e da organização dos trabalhadores do campo.

 

“Por isso, centenas de trabalhadores acompanharam o ato, manifestando o seu agradecimento e se solidarizando com o ex-presidente Lula, que naquele mesmo dia estava sendo vítima de uma perseguição política, em São Paulo, por parte daqueles que não respeitam a democracia e querem dar um golpe de Estado em nosso país. Portanto, nossos parabéns ao Incra SE/BA, ao MST e em especial ao governo federal por dar mais esse passo no assentamento de famílias sem terra”, finalizou João Daniel.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa

Fotos: Ascom PMTB