Primeiro ano de existência da FBP em Sergipe é lembrado por João Daniel


Aracaju, 10 de agosto de 2016

Reunião de instalação da Frente Brasil Popular em Sergipe

Em discurso realizado na Câmara, o deputado federal João Daniel (PT) lembrou a passagem do primeiro ano de existência da Frente Sergipana Brasil Popular. Ele parabenizou todas as entidades que compõem a Frente e têm resistido a essa tentativa de golpe, sempre em defesa da democracia. “Esta semana, em Sergipe, a Frente completa um ano de história, de luta. A Frente aglutinou forças populares, forças sindicais e Parlamentares. De cabeça erguida, teve clareza de toda conjuntura do processo vivido nesses últimos 12 meses”, destacou.
João Daniel disse ter certeza de que a Frente Sergipana Brasil Popular, assim como a Frente Brasil Popular nacional, continuará muito firme e forte, para ajudar a organizar a classe trabalhadora no Brasil. A primeira reunião da Frente em Sergipe foi realizada no dia 3 de agosto, na sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE), quando aconteceu sua instalação. No dia 12 de agosto, no auditório do Sindicato dos Bancários, realizou-se a 1ª Plenária da Frente Sergipana Brasil Popular, com centenas de representantes dos movimentos sindical, popular, pastoral, partidos e todos aqueles que defendem a legalidade democrática, e no dia 20 de agosto daquele ano milhares de sergipanos foram às ruas em defesa da democracia.

Primeiro ato público da Frente Sergipana Brasil Popular em Aracaju, que tomou as ruas de Aracaju pedindo democracia

De acordo com o parlamentar, nesses 12 meses muita coisa aconteceu no Brasil, o golpe avançou no parlamento, mas a mobilização popular se manteve firme na defesa dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, a defesa dos direitos sociais do povo brasileiro, a soberania nacional, reformas estruturais e populares, integração latino-americana e, principalmente, a defesa da democracia, que, no atual cenário, corre o sério risco. “A todos os militantes e movimentos que integram e apoiam a Frente Sergipana Brasil Popular: vamos seguir firmes na luta pela democracia”, concluiu o João Daniel.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa