Ocupações: João Daniel parabeniza juventude que se mobiliza contra a PEC 55


Aracaju, 09 de novembro de 2016

 

 

Ocupação na Escola Carlos Firpo, na Barra dos Coqueiros

O deputado federal João Daniel (PT/SE) parabenizou a juventude que está ocupando escolas, universidades e institutos federais em todo país, em protesto contra a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, transformada agora em PEC 55 na tramitação no Senado. A proposta congela os investimentos públicos no Brasil nos próximos 20 anos. “O governo golpista de Michel Temer e o ministro da Educação desconhecem o valor e a importância da juventude brasileira. Essa PEC 241 cumpre o papel de retirar do povo brasileiro os atendimentos e as garantias constitucionais, dentre elas a educação e a saúde”, afirmou o parlamentar.

 

João Daniel ressaltou que nesse contexto a juventude tem levantado a cabeça e ido às ruas, mostrando sua força na defesa do país e dizendo não a esse atraso em 20 anos.
Segundo o parlamentar, esses estudantes estão lutando em defesa da educação pública e de qualidade. “A PEC 241, agora PEC 55, cumpre esse papel de retirar do povo brasileiro atendimentos e garantias constitucionais, dentre elas a Educação, que nesse momento passa por uma sangria, um ataque covarde que só poderia vir de um governo golpista”, disse.

 

Além disso, os estudantes também são contrários à proposta de reforma do Ensino Médio, sem que isso seja discutido, especialmente porque retira do currículo disciplinas que fomentam a crítica, deixando de promover a cidadania.

 

Em Sergipe, várias escolas e campus estão ocupados por estudantes. Em Aracaju, essa semana houve ocupação no Colégio Estadual Dom Luciano e também está ocupado o colégio Francisco Rosa. Na cidade de Itaporanga, a Escola Felisbelo Freire; na Barra dos Coqueiros, o colégio Carlos Firpo; em Itabaiana, o tradicional colégio Murilo Braga. Já no sertão, no município de Poço Redondo, estudantes do Colégio Agrícola, localizado no Assentamento Queimada Grande, ocuparam o Centro Dom José Brandão de Castro; e em Porto da Folha, a Escola Estadual Pedro Alves de Souza. Há também ocupações no campus da Universidade Federal de Sergipe em São Cristóvão e Itabaiana.

 

O deputado João Daniel também se solidarizou com a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira de Estudantes Secundaristas (Ubes) que, segundo ele, estão sofrendo ataque público do ministro da Educação. “A UNE e Ubes, como todos sabem, são entidades históricas e participaram de diversas conquistas significativas, dentre elas a criação da Petrobras e, recentemente, no primeiro governo Dilma, a destinação de 75% dos royalties do petróleo e 50% do Fundo Social do Pré-Sal à Educação. E por ironia estamos vendo a entrega dessas nossas riquezas para mãos estrangeiras. Enquanto a UNE e UBES lutam por melhorias e por mais recursos, o governo golpista tenta criminalizar os movimentos sociais”, disse, acrescentando ainda que os estudantes estão sendo perseguidos e em alguns casos até agredidos pela polícia.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa