“Não podemos admitir que mexam com a Petrobras e o BNDES”, afirma João Daniel


 Aracaju, 20 de agosto de 2015

 

Preocupado com a atual conjuntura política do país, o deputado federal João Daniel (PT/SE) usou à tribuna da Câmara, na sessão de hoje, dia 20, onde destacou que desde o início do governo Lula e no governo da presidenta Dilma Rousseff tem se acompanhado a firmeza do Partido dos Trabalhadores no combate e apuração da corrupção no Brasil. Segundo o deputado, quando se fala das operações realizadas no país pela Polícia Federal, a exemplo da Lava-Jato, é um orgulho dizer que os governos Lula e Dilma nunca taparam o sol com a peneira nem jogaram lixo para baixo do tapete. “Mas apurou e nunca perseguiu um agente do Estado, seja da Polícia Federal ou do Ministério Público Federal”, destacou.

 

Ao falar de sua preocupação com o momento, João Daniel ressaltou que é preciso estar atento à pauta que querem colocar para o Congresso e para a sociedade brasileira. Segundo ele, o que se vê é uma pauta de apuração, CPIs e investigações permanentes contra grandes institutos que fazem parte de um grande projeto brasileiro, construído à base do suor e do sangue dos trabalhadores brasileiros.

 

“Preocupo-me quando vejo todos os dias nos jornais matérias sobre o BNDES e a Petrobras. A apuração, a punição de eventuais erros é papel do Estado, mas precisamos ter clareza, e muita clareza, que o Brasil para ser uma grande Nação e chegar aonde chegou, com o fim da extrema pobreza, foi graças a um Estado forte, recuperado pelos 12 anos do governo do Partido dos Trabalhadores”, afirmou o deputado.

 

Na avaliação de João Daniel, para ter um Estado forte, que contribua a eleve a educação brasileira precisamos ter uma Petrobras forte e um controle total das nossas reservas, incluindo o pré-sal. “Não podemos admitir que mexam na nossa importante empresa estratégica. Nos preocupam os projetos da extrema direita brasileira ligada às grandes empresas internacionais que colocam projetos para que o monopólio não seja da Petrobras. Nos preocupam tantas notícias e denúncias contra o BNDES. Esse é um banco que merece todo respeito do povo brasileiro e desta Casa. O que tiver de denúncia deve ser apurado, mas precisamos preservar esse banco, que eleva o Brasil através de projetos de infraestrutura”, frisou.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa

Foto: Márcio Garcez