Mobilizações são importantes, mas não se pode pensar em fim da democracia, diz João Daniel


Aracaju, 18 de março de 2015

 

O deputado federal João Daniel (PT/SE) se disse feliz ao ver as manifestações realizadas por todo país na sexta-feira e no último domingo. Segundo ele, depois de longos anos de muita luta pela democracia ver a população nas ruas, e no momento em que o país como nunca tem aumentado a geração de emprego e a renda da classe trabalhadora, é gratificante. “Todas a mobilizações são importantes. O Brasil precisa caminhar para construir uma democracia mais firme, forte e com respeito a todos que lutam”, afirmou.

 

“Queremos parabenizar todas as organizações sociais que fizeram a mobilização do dia 13, em especial a Central Única dos Trabalhadores (CUT), em nome de todas as centrais, que não vacilam e têm estado ao lado da classe trabalhadora, e também todos os movimentos sociais, em nome do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra”, disse.

 

O deputado João Daniel ressaltou que a mobilização realizada na sexta-feira tinha uma pauta definida, visando a construção de uma sociedade mais igualitária. “Quero deixar claro que, para mim, com relação às mobilizações do domingo não há motivo nenhum para nos preocuparmos. Nos preocupamos quando alguns setores conservadores que ainda acreditam em golpe, ditadura, fim da democracia se colocam tentando usar a população”, afirmou.

 

Segundo ele, pesquisas registram que mais de 80% da população que foi às ruas no domingo não estavam atrás de impeachment, mas lutando por grandes bandeiras como a questão do combate à corrupção. “Temos orgulho de dizer que nosso partido e a presidenta Dilma tem moral, ética e cabeça erguida para entrar em cada canto desse país, pois foi o Partido dos Trabalhadores, iniciado no governo do presidente Lula e agora com a presidenta Dilma, que estruturou os órgãos de combate como Controladoria Geral da União, Polícia Federal e Ministério Público Federal. Nós temos coragem e clareza de que a corrupção será combatida em todos os momentos”, declarou.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa

Fotos: Júlia Marques