João Lula Daniel lamenta tentativa de criminalização da política        


 

Aracaju, 11 de julho de 2018

 

 

Após as manipulações jurídicas ocorridas no último domingo, dia 8, para que não fosse cumprido o habeas corpus em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, concedido pelo desembargador Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), o deputado federal João Lula Daniel (PT/SE) lamentou a tentativa de criminalização da política feito por alguns deputados federais, no plenário da Câmara. “Ficamos acompanhando certos debates e discursos aqui no plenário que envergonham o Parlamento brasileiro. O Parlamento fica criminalizando a política, fazendo a defesa de parte da Justiça que se partidarizou, que criminalizou a política brasileira, que criminaliza este Parlamento”, disse, em discurso na noite desta terça-feira, dia 10.

 

No seu entendimento, isso acontece, chegando ao ponto de bajulação, apenas porque têm ódio contra o ex-presidente Lula. “O presidente Lula é o maior líder popular, e sua prisão é reconhecida no mundo inteiro como uma prisão política. O Brasil inteiro quer Justiça, quer a Constituição respeitada, quer Lula livre”, acrescentou. João Daniel acrescentou que quem quiser derrotar o presidente Lula se candidate ao cargo. Mas não tente criminalizar um homem inocente, um homem lutador da altura do presidente Lula”, completou o deputado.

 

Foto: Lula Marques/PT na Câmara