João Daniel vai ao MDA tratar de situação de quilombolas e projetos para trabalhadores rurais


Aracaju, 20 de março de 2015

A situação dos quilombos e viabilização de projetos para assentamentos e acampamentos em Sergipe foram assuntos tratados durante a audiência que o deputado federal João Daniel (PT/SE) teve, esta semana, com o ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Patrus Ananias. A deputada estadual Ana Lúcia (PT) também participou do encontro.

 

De acordo com o deputado, diversas pautas de interesse das trabalhadoras e trabalhadores rurais, de quilombolas e demais comunidades tradicionais foram debatidas na ocasião. Quanto à situação de famílias sem terra que estão acampadas há vários anos, João Daniel pediu a intervenção quanto à liberação de recursos financeiros destinados a solucionar a questão dos acampamentos Luiz Alberto, localizado na Fazenda Nova Esperança, em Cristinápolis, e Maria Lindaura, na Fazenda Complexo Nascença e outras, localizado em Japoatã.

 

Nesses casos serão beneficiadas mais de 600 famílias. “Essa ação é muito importante por conta do calendário de plantio que se inicia e possibilitará que os agricultores comecem a plantar imediatamente”, ressaltou ou deputado.

 

Durante a audiência, os deputados também pediram a agilização da Publicação de Relatórios Técnicos de Identificação e Delimitação (RTIDs) nos territórios quilombolas de Brejão dos Negros, em Pacatuba, e Caraíbas, em Canhoba. Além disso, solicitaram também a conclusão dos RTIDs nos territórios de Patioba e Mocambo, ambos em Capela; Curuanhas, em Estância; Luziense, em Santa Luzia do Itanhy; Catuabo, em Frei Paulo; Mussuca, em Laranjeiras; Maloca, em Aracaju; Brejão dos Negros, em Brejo Grande; Quebra Chifre/Bela Vista, em Riachuelo; Alagamar, em Pirambu; e Canta Galo, em Capela.

 

Outro ponto tratado pelos parlamentares com o ministro Patrus Ananias na audiência foi a conclusão da desintrusão dos imóveis dos territórios quilombolas de Serra da Guia; em Poço Redondo; Pirangi, em Capela; Brejão dos Negros, em Brejo Grande; Mocambo, em Porto da Folha; e Lagoa dos Campinhos, em Amparo do São Francisco; além da liberação de recursos para iniciar RTIDs nos territórios de Bongue, em Ilha das Flores; Aningas, em Pirambu; Lagoa Junco, em Poço Verde; Porto D’Areia – Estância; Mocambo, em Aquidabã; Rua dos Negros, em Canindé do São Francisco; Santo Antônio/Canafístula, em Propriá; Forras, em Riachão do Dantas; e Sítio, em Simão Dias.

 

Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa