João Daniel se reúne com governador Marcelo Déda e articula projetos para pequena agricultura


.

Analisar as possibilidades de consolidar parcerias e aportar recursos para o desenvolvimento de projetos que estimulem a criação de uma estrutura de produção vinculada aos agricultores familiares. Este foi o objetivo de uma reunião promovida pelo governador de Sergipe, Marcelo Deda, atendendo a uma solicitação do deputado estadual João Daniel (PT), na sexta-feira, 24, no Palácio dos Despachos, Aracaju.

Entre os diversos aspectos discutidos está a possibilidade do Governo do Estado auxiliar na obtenção de financiamentos e introduzir políticas públicas que permitam aporte de recursos para o desenvolvimento dos projetos que viabilizem a consolidação de unidades produtivas ligadas à produção da agricultura familiar em Sergipe.

Também participaram do encontro com o governador o assessor da Diretoria do BNDES, Francisco Oliveira, a superintendente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Rose Pondé, além de representantes do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e de demais órgãos estaduais e federais.

Cadeia produtiva – Nas alternativas apresentadas estão a criação de unidades de beneficiamento de arroz que atenderiam aos produtores do baixo São Francisco, unidades que produziriam embutidos a partir da produção de avinocultores, suinocultores e pequenos pecuaristas, além de unidades que fariam a industrialização de laticínios, beneficiando a cadeia produtiva do leite.

“Deleguei ao secretário de Estado do Planejamento, José de Oliveira Júnior, a tarefa de conduzir um grupo de trabalho que avalie todas as possibilidades de acesso a linhas de crédito para dar suporte a esta iniciativa, bem como, aos órgãos técnicos específicos, como Emdagro e Secretaria da Agricultura, que realizem a avaliação da viabilidade financeira das alternativas já expostas pelo deputado João Daniel e por representantes das instituições presentes. Nosso intuito é que o Governo do Estado ofereça todo o suporte possível para viabilizar essa ideia”, disse o governador Marcelo Déda, após explicar toda a problemática que envolve a aquisição de novas operações de crédito. 

Segundo o governador, um dos aspectos primordiais é oferecer condições de capacitar e qualificar as cadeias produtivas para esta nova escala industrial. Os produtores, ainda segundo o chefe do Executivo, têm de estar completamente adequados aos modos de produção das respectivas unidades industriais. “Determinei que a primeira fase dessa iniciativa seja deflagrada, consistindo na localização de financiamentos que possam contar com a contrapartida do Estado, a interação com instituições como o BNDES, além do estudo técnicos das respectivas iniciativas entre as secretarias de estado e os órgãos federais e instituições que desenvolvem a ideia”, explicou Marcelo Déda.

Ação Fundamental – Segundo o deputado João Daniel, que mobilizou as instituições, é fundamental que o Governo do Estado possa assumir o apoio à criação de um programa de agroindústrias, com apoio do Governo Federal e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). “Foi importantíssima essa receptividade do governador Marcelo Déda, que mostrou mais uma vez seu compromisso com os trabalhadores do campo e com os assentamentos”, frisou o parlamentar. Segundo ele, a comissão, junto com a equipe a ser formada com os técnicos estaduais, debaterão e poderão discutir a criação do programa e se engajar na luta por recursos para sua viabilização.

“O que nós acreditamos é que a grande saída para a agricultura familiar e para os assentamentos é estarem integrados a uma agroindústria. Temos vários produtos, sobretudo na área que envolve a criação de pequenos animais como suínos, aves e também bovinos onde há o interesse de se implantar uma agroindústria que seria a organizadora da cadeia produtiva. Já podemos contar com experiências em outras regiões do país, além de termos a perspectiva de que Sergipe detém um grande potencial dentre os estados nordestinos”, apontou o deputado João Daniel.

Estudo detalhado – Segundo o secretário Oliveira Júnior, que coordenará esses estudos, a partir de agora será formada uma comissão contando com técnicos da Secretaria de Agricultura e técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, para estabelecer os parâmetros a serem seguidos na consolidação da iniciativa. “O governador Marcelo Déda reconhece a importância dessas políticas públicas nessa área e já deixou claro que essa é uma ideia de interesse para o Governo do Estado. Vamos agora buscar as formas de viabilizar que esse tipo de empreendimento industrial possa se consolidar em Sergipe”, conclui o secretário.

Foto: Marcos Rodrigues/ASN


Com informações da ASN (
www.agencia.se.gov.br)