João Daniel se compromete a encaminhar demandas de produtores de arroz do Baixo São Francisco


Aracaju, 15 de outubro de 2015

 

Preocupado com a situação vivida pelos parceleiros produtores de arroz e criadores de peixe da região do Baixo São Francisco, o deputado federal João Daniel (PT) registrou, em discurso na Câmara, na sessão desta quinta-feira, dia 15, as demandas apresentadas por eles. No sábado passado, dia 10, o parlamentar esteve reunido com lideranças, gerentes e coordenadores dos perímetros irrigados da região, quando eles apresentaram a realidade que têm vivido.

 

“Mais de 1.500 famílias lá produzem e trabalham e várias preocupações nos foram levadas. Mas acredito que o presidente da Codevasf [Felipe Mendes], o ministro da Integração Nacional [Gilberto Occhi] e o governo da presidenta Dilma darão toda atenção a esses perímetros para não haver corte de energia e possa haver reestruturação”, apelou, ao declarar seu total e permanente apoio a esses produtores.

 

Segundo João Daniel, durante o encontro com as lideranças da região, elas apresentaram os problemas enfrentados pelos produtores de arroz relacionados, principalmente, à questão da assistência técnica e da necessidade de investimentos em infraestrutura. Uma das maiores dificuldades apontadas foi a falta de recursos para garantir o pagamento das contas de energia decorrentes do bombeamento de água para as plantações de arroz, bem como o combustível para que as máquinas possam fazer a limpeza dos canais, e o armazenamento e beneficiamento da produção.

 

“Vale ressaltar, ainda, que no ano de 2014 foram produzidas cerca de 25 mil toneladas de arroz, nos cerca de 4.162 hectares utilizados pelas 1.538 famílias de rizicultores que trabalham na região, distribuídas da seguinte forma: 311 no perímetro de Propriá, 474 no de Cotinguiba-Pindoba, e 753 no de Betume. E neste ano de 2015, já existem 2.620 hectares plantados, de forma que, se não forem resolvidos os problemas existentes, toda a produção estará correndo um sério risco”, observou.

 

Compromisso

João Daniel acrescentou que, depois de ouvir todos os relatos dos participantes, eles discutiram algumas alternativas de solução para as dificuldades existentes. “Assumimos o compromisso de ajudar a construir uma pauta conjunta e contribuir nas negociações em nível federal e estadual para o fortalecimento da produção de arroz nos perímetros”, disse. Nesse sentido, o deputado trabalhará para viabilizar a realização de uma audiência pública pela Comissão de Agricultura da Câmara Federal para tratar do assunto, inclusive com a viabilização da participação de uma comissão de representantes dos perímetros irrigados.

 

“Garantiremos assessoramento jurídico para que se tente conseguir judicialmente uma liminar no sentido de impedir o corte de energia e realizaremos estudos no sentido de encontrar mecanismos que possibilitem à Chesf conceder isenção de energia para os perímetros como forma de compensação pelos danos socioambientais causados. E também trabalharemos junto aos demais parlamentares sergipanos na perspectiva de se apresentar emendas orçamentárias que possam contribuir para a solução dos problemas da região”, acrescentou o deputado.

 

Participaram da reunião no último sábado representantes dos perímetros irrigados implantados pela Codevasf nos municípios de Propriá, Neópolis e Ilha das Flores, na região do Baixo São Francisco; o chefe do escritório da Codevasf em Propriá, Marcos Caetano; e o vereador daquele município, Eudes. Também presentes os companheiros representantes dos perímetros: Marcelo Santos, gerente; Cláudio Leão, coordenador (Cotinguiba-Pindoba); Marcelo, gerente, e Genival, coordenador (Propriá), e Wendel Mota, gerente, Nivaldo Santos, coordenador, Carlos Alberto “Gararu”, membro do conselho (Betume).

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa