João Daniel registra importância de Nelson Mandela para os movimentos sociais e populares


Edjane Oliveira, da Assessoria Parlamentar

Além da grande perda para os sergipanos, na última semana, do governador Marcelo Déda, o deputado João Daniel (PT) registrou, em discurso feito na sessão desta terça-feira, dia 12, a perda para a humanidade que foi a morte do ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela. “Um grande homem que o mundo inteiro conheceu. A história da humanidade caminha com aqueles que lutam e querem construir um mundo melhor e um dos grandes símbolos da luta por justiça no mundo foi Nelson Mandela. Perdemos em Sergipe Marcelo Déda e o mundo inteiro perde, se não o maior, um dos maiores líderes da história da humanidade”, declarou o parlamentar.

 

Ele lembrou que Mandela ficou 27 anos na prisão e houve uma campanha mundial encabeçada por todos os setores progressistas e os que acreditam num mundo melhor pela sua libertação. Portanto, afirmou João Daniel, o mundo inteiro perde um grande líder, mas fica a história de um grande homem. O deputado disse que ficou feliz de ver a caravana com a presidente Dilma Rousseff e todos os ex-presidentes vivos eleitos democraticamente, para acompanhar a última homenagem a Mandela.

 

O deputado João Daniel também registrou que os trabalhadores do campo fizeram uma homenagem, através do MST, a Mandela, que denomina, há mais de dois anos, um assentamento, no município de Poço Redondo. Uma exceção, uma vez que não é costume do movimento homenagear pessoas ainda em vida.

 

Posse diretório PT

Durante seu discurso, o deputado João Daniel desejou aos companheiros que assumiram ontem o diretório estadual do Partido dos Trabalhadores em Sergipe, em nome do presidente Rogério Carvalho, uma boa administração. Ele desejou que, mesmo em meio a esse momento delicado de perda, que o partido tenha muita força, muita militância e garra para ajudar a construir o grande sonho do Marcelo Déda que era uma sociedade mais justa, igualitária e fraterna, um partido organizado, com participação da militância, filiados e construir cada vez mais com aliados e amigos um grande projeto para Sergipe.

Segundo João Daniel, o governador que hoje assumiu a efetividade do governo do Estado tem uma responsabilidade muito grande, e não poderia ser diferente. Para ele, Jackson é um homem que está no lugar certo, na hora certa. “Marcelo Déda já dizia que o governo do Estado tinha quatro mãos: as dele e as de Jackson Barreto”, disse.

 

Acrescentou que Jackson Barreto tem uma história de luta de compromisso com a esquerda brasileira e do Estado de Sergipe e tem certeza que não se trata em momento nenhum de substituir Marcelo Déda ou ser o novo Déda. “Se trata de dar continuidade a um governo que tinha os mesmos objetivos, compromissos e projetos: construir uma sociedade mais justa, mais digna, governar para os trabalhadores, para os pobres dando prioridade a todas as políticas que comprometam o Estado”, destacou.

 

O deputado acrescentou que ninguém mais que Jackson Barreto tem compromisso com os pobres. Ele disse que tem certeza que Marcelo Déda se orgulhará de ver o governo do Estado nas mãos de um grande homem, grande líder que ele escolheu para ser seu vice e que em todos os momentos se dizia que era seu companheiro. Em seu discurso, João Daniel disse que o governador tenha certeza que os movimentos sociais estarão ao seu lado, tendo orgulho de o governo estar sendo conduzido por alguém que não esteve, no período da ditadura, ao lado dos ditadores, dos opressores, dos que massacravam e matavam, mas dos que lutavam para construir uma sociedade mais justa e fraterna. “Jackson Barreto contará com o apoio de todos”, disse.

 

Homenagens

João Daniel também parabenizou todos os militantes e amigos que têm feito suas homenagens ao governador Marcelo Déda. Ele citou uma que foi realizada na madrugada do último sábado, no município de Poço Redondo, quando foi parada a festa com aboiadores e trovadores para uma longa homenagem. “Na oportunidade, inclusive, ouvi trechos de discursos que não tinha ouvido, quando mais de 5 mil pessoas pararam para ouvir, refletir e homenagear Marcelo Déda. “Esta tem sido uma semana difícil, mas queremos aproveitar para parabenizar nosso grande comandante, nosso grande líder, pois temos a obrigação de levar o nome de Marcelo Déda para que as futuras gerações lembrem daqueles que foram dignos dos cargos que ocuparam, dados pelo povo”, frisou.

 

Também em seu discurso, o deputado João Daniel informou que nos próximos dias fará um discurso sobre o governador Marcelo Déda, enaltecendo seu compromisso histórico e sua relação com os movimentos sociais e populares e o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST). “Esse é um momento bastante importante para a história e a política de Sergipe. Marcelo Déda teve sua longa história ligada desde primeiro momento à luta dos trabalhadores do campo”, disse, acrescentando que em nome do MST será feita uma grande homenagem a este grande homem, grande governador e parlamentar que foi e sempre será Marcelo Déda.