João Daniel registra devolução de mandato de sergipanos cassados na ditadura


Aracaju, 30 de março de 2015

 O deputado federal João Daniel (PT/SE) registrou na tribuna da Câmara dos Deputados, nesta segunda-feira, dia 30, a sessão especial realizada pela Assembleia Legislativa de Sergipe para a devolução dos mandatos dos políticos que foram cassados durante o regime militar. O parlamentar parabenizou a Assembleia Legislativa por esse gesto, em especial à deputada Ana Lúcia (PT), autora da iniciativa.

 

Simbolicamente, tiveram os mandatos devolvidos o governador cassado Seixas Dórea (PR) e dos deputados estaduais Cleto Sampaio Maia (PRT), Viana de Assis (PR), José Nivaldo dos Santos (PR), Baltazar José dos Santos (PSD), Antônio de Oliveira (PTB) e Armando Domingues (PCB), em sessão realizada nesta segunda-feira.

 

“Quero registar e parabenizar a Assembleia por essa sessão tão importante para que a memória e a lembrança de todos os homens e mulheres e todos saibam que durante a nossa história, durante a ditadura, muitos brasileiros lutaram, foram perseguidos e mortos, parlamentares perderam seus mandatos e foram atingidos pela falta da democracia. Fica aqui os meus parabéns, em especial aos lutadores e lutadoras do nosso querido Sergipe”, declarou o deputado João Daniel.

 

Seminário

Na tribuna da Câmara, o deputado também registrou o seminário “Os impactos Socioeconômicos e na saúde dos trabalhadores e trabalhadoras rurais decorrentes da monocultura praticada pelo agronegócio e do uso de agrotóxicos”, realizado pela Comissão de Agricultura da Casa, na última sexta-feira, no plenário da Assembleia Legislativa de Sergipe. Ele destacou que representantes de órgãos públicos, estaduais e federais, movimentos sociais e sociedade civil de Sergipe participaram.

 

“Tivemos a oportunidade de, das 9h30 às 14h30, ouvir as várias denúncias dos graves problemas que têm ocorrido no Brasil e no mundo. O nosso país não pode continuar sendo o que mais consome agrotóxicos, que aumenta o número de doenças, atingindo o futuro das nossas crianças”, ressaltou. Daniel acrescentou que esse é um assunto que precisa ser mais debatido na Comissão de Agricultura e que se construa um modelo de produção de alimentos saudáveis, que preserve a vida e pense no futuro das nossas gerações.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa

Foto: César de Oliveira, da Agência Alese