João Daniel participa de reunião no Incra para resolver suspensão da assistência técnica dos assentamentos em Sergipe


Aracaju, 27 de outubro de 2016

A pedido do prefeito de Estância, Carlos Magno, o deputado federal João Daniel (PT/SE) acompanhou o vice-prefeito do município, Filadelfo Alexandre, a secretária de Agricultura, Rose Rodrigues, e o dirigente nacional do Movimento Nacional dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) em Sergipe, Gileno Damascena, em uma audiência com o presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, Leonardo Góes, em Brasília, na última quarta-feira, dia 26. Na oportunidade, trataram sobre programas e projetos relacionados à reforma agrária. Segundo o deputado, há uma grande preocupação dos movimentos sociais e do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) pela paralisação de todos os projetos de reforma agrária.

 

“E mais preocupados ficamos porque Sergipe foi o único Estado que suspendeu totalmente a assistência técnica para 100% dos assentamentos. Precisamos saber o que está acontecendo. Descobrimos que só em Sergipe isso aconteceu na totalidade”, afirmou o deputado João Daniel. Essa situação vem acontecendo desde o início da atual gestão do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

 

De acordo com o deputado, além da falta de assistência técnica, em Sergipe o Incra não fez nenhuma vistoria e não tem nenhum programa de vistoria de áreas. “Fomos cobrar porque não tem nenhum programa de vistoria de área e tivemos a informação de que há recursos para que isso seja feito”, afirmou. João Daniel citou ainda o Programa de Agroindústria, que também está suspenso. “Queremos a continuidade desse programa nos assentamentos”.

 

Outra preocupação levantada pelos movimentos sociais e pelo parlamentar é que, após a mudança da Superintendência do Incra, tem havido frequentes ocupações e manifestações na sede do Instituto no Estado. “Nunca houve na história de Sergipe tantas manifestações e ocupações na Superintendência e isso nos preocupa como deputado federal ligado à causa da reforma agrária, quilombola e de todos os agricultores. Não permitiremos retrocessos”, disse.

 

João Daniel disse que vai aguardar uma reunião dos movimentos na próxima semana, com o atual superintendente que, segundo informações, está em férias, para saber como ficará a continuidade dos programas. “O objetivo do nosso mandato é fortalecer os movimentos, resistir a esse momento e não aceitar que haja retrocessos”, afirmou o deputado petista.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa

Foto: Ascom Prefeitura de Estância