João Daniel participa de plenária que debate presença do MST/SE na Marcha Nacional Lula Livre


 

Aracaju, 03 de agosto de 2018

 

 

O deputado federal João Lula Daniel (PT/SE) participou de plenária da Coordenação Estadual do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra de Sergipe (MST/SE) que debateu a atual conjuntura política do país e também fez o lançamento da Marcha Nacional Lula Livre. O encontro, realizado nesta sexta-feira, dia 3, tratou sobre a organização para a participação de militantes do estado neste grande ato que vai reunir integrantes de várias partes do país. A marcha ocorre a partir do dia 10, com destino a Brasília (DF), onde chega dia 15.

 

João Daniel parabenizou a direção do movimento pela realização da plenária, que reuniu a coordenação estadual do MST e coordenadores de acampamentos e assentamentos de todo estado e lembrou que esta será uma eleição diferente e uma das mais importantes que já houve no país. Para ele, realizar esta marcha em defesa da liberdade para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e para que seu direito de ser candidato nas próximas eleições seja assegurado é fundamental.

 

“Temos grandes tarefas neste período. Depois do golpe dado em 2016, se aproxima um momento onde grande parte da militância no Brasil inteiro, especialmente o MST, se mobiliza para garantir a libertação de Lula. Com todo respeito a todas as organizações do Brasil, o MST, graças à sua história e à sua política de preparar a militância e a base do movimento, foi o movimento que mais esteve, sem dúvida, ao lado da luta da classe trabalhadora no impeachment e em favor de Lula e agora puxa mais uma vez uma luta nacional, que é a greve de fome vem sendo realizada por seis companheiros em Brasília”, disse. Entre eles esses militantes está a sergipana Rafaela Alves, do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA).

 

Segundo o deputado, esta greve de fome é uma forma de denunciar e protestar contra o julgamento que está para acontecer, mas também sobre como todo o processo contra Lula foi conduzido. “Todos sabemos que nessa conjuntura é prioritário fazer essa marcha”, afirmou, ressaltando a importância dos militantes de Sergipe que estarão lá representado todos do estado que acreditam que a justiça ainda pode ser feita e o direito de Lula ser candidato à Presidência ser garantido.

 

A direção do movimento em Sergipe informou que um ônibus com os jovens do MST de Sergipe já sairá do estado no dia 5 para se juntar à marcha. Possivelmente outros dois ônibus com militantes sergipanos também sairão para a capital federal no dia 8. Três colunas com marchantes da Via Campesina se deslocarão de Formosa (GO), Luziânia (GO) e Engenho das Lages (DF), culminando na entrada simultânea em Brasília no dia 15.

 

Homenagem

Durante a plenária, foi prestada uma homenagem ao militante e técnico agrícola Eduardo Góis de Oliveira, companheiro de luta e militante do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), que faleceu na última quarta-feira, dia 1, vítima de um acidente de trânsito. João Daniel e outros integrantes do MST destacaram a importância de Eduardo para o movimento, onde ele militava há 18 anos, prestando assistência técnica e extensão rural.

 

Também estiveram presentes ao encontro o vereador Petrônio, do município de Pacatuba; a secretária estadual de Agricultura, Rose Rodrigues; os dirigentes nacionais do MST, Gislene Reis e Odair José, o Pimenta. Na ocasião, o MST reafirmou o apoio às pré-candidaturas de João Daniel a deputado federal e de Esmeraldo Leal, ex-secretário de estado da Agricultura, a deputado estadual.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa