João Daniel parabeniza FBP pela postura em repudiar operação midiática contra Lula


Aracaju, 9 de março de 2016

 

O deputado federal João Daniel (PT) parabenizou a clareza da Frente Brasil Popular (FBP) em seu posicionamento, através de nota pública, sobre o episódio da condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na última sexta-feira, dia 4. Em pronunciamento feito nesta quarta-feira, dia 9, na Câmara, ele leu a nota da Frente formada por dezenas de entidades, movimentos sociais, estudantil, centrais sindicais e partidos.

 

“Apurar corrupção faz parte da luta da esquerda, mas usar a mídia como um partido para humilhar a maior liderança popular nunca aceitaremos, nem hoje, amanhã, nem nunca”, afirmou. Em seu discurso, o deputado João Daniel fez a leitura da nota, em que as entidades que integram a Frente manifestam “seu repúdio à operação política midiática da condução coercitiva do ex-Presidente Lula, por agentes da Operação Lava-Jato, ocorrido na última sexta-feira. Esse ataque à Lula é feito de forma seletiva, é ilegal. Visa, na verdade, atacar um símbolo da luta do povo brasileiro, atingir as organizações sindicais, populares que atuam por igualdade, por democracia, pela soberania em nosso País”, diz o documento, acrescentando que o ataque a Lula é um ataque a todos que lutam.

 

De acordo com a nota, “a ação contra o ex-presidente configura um estado de exceção e desrespeita as garantias legais, individuais e coletivas”. No documento, a Frente Brasil popular convoca os trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade, a juventude, todos e todas que defendem a democracia a somarem forças nas jornadas nacionais de lutas e nas grandes manifestações que se iniciaram ontem no Dia Internacional da Mulher e para o ato marcado para 31 de março e a todos estarem em estado de alerta e mobilização permanente em defesa da democracia contra o golpe, em defesa de nossas conquistas e direitos ameaçados.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa

Foto: Márcio Garcez