João Daniel lamenta o falecimento do historiador Jacob Gorender


 

 

Em pronunciamento feito na sessão desta quarta-feira, dia 12, o deputado João Daniel (PT) registrou com pesar a morte do historiador Jacob Gorender. Ele estava com 90 anos de idade e foi sepultado no cemitério Israelita do Butantã, em São Paulo. O parlamentar disse que este foi um dos grandes homens neste país, um grande historiador. João Daniel lembrou que Jacob escreveu vários livros, era um grande estudioso que viajou o mundo inteiro, foi preso e torturado, mas teve seu trabalho reconhecido não apenas no Brasil.

 

“Ele cumpriu sua missão, tem uma longa história para toda esquerda no Brasil. Jacob foi reconhecido no mundo inteiro e certamente no Estado de Sergipe vários homens e mulheres, a exemplo do governador Marcelo Déda, tiveram uma relação com ele de muita admiração, pois ele é respeitado com um dos grandes estudiosos da questão do colonialismo, escravismo no Brasil”, declarou.

Deputado João Daniel recebe diretores do Sacema 

Deputado João Daniel recebe direção do Sacema, ouve reivindicações e apoia luta

 

Agentes de saúde

No seu discurso, o deputado João Daniel também saudou os representantes do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemias do Município de Aracaju (Sacema), em nome de representantes da diretoria, presentes à galeria da Assembleia Legislativa – o presidente Roberto Messias; a primeira secretária, Valdirene Tavares; o segundo secretário, Rogério Rocha; o secretário de Comunicação, Vinícius Ribeiro; e o integrante do Motu, Silvanei de Jesus.

 

O parlamentar disse que está ao lado dessa categoria e acredita que a Assembleia vai apoiar e discutir as reivindicações desses trabalhadores, tão importantes para o Estado, em especial a capital. “É uma luta justa, digna pelo salário de R$ 950 e pelas negociações com o município e por uma melhor condição de trabalho e justiça para eles. Estaremos juntos e com a bancada iremos ajudar no que for possível”, afirmou João Daniel.

 

Diante de integrantes do Movimento dos Sem Casa, que também assistiam à sessão desta quarta-feira, o deputado líder do PT na Casa informou que na próxima sessão vai fazer um pronunciamento mais aprofundado sobre a situação das famílias que estão nessa condição. Ele ressaltou que as famílias sem casa que foram despejadas do bairro 17 de Março tiveram uma conquista importante na semana passada, que foi a vitória na Justiça, para que o município pague a elas o auxílio moradia.

 

“Elas foram despejados do 17 de Março, não tiveram nenhuma assistência do município, mas queremos parabenizar a Defensoria Pública pela defesa que fez e também a Justiça pela decisão que determinou que o município garanta o pagamento do auxílio moradia a todas elas”, disse. João Daniel acrescentou que essas famílias estão na luta pelo direito mais sagrado, que é a moradia.

 

O parlamentar disse que espera que o município cumpra o que foi determinado pela Justiça, até que se tenham um projeto de habitação. Ele disse que participou de duas reuniões na Superintendência de Patrimônio da União (SPU), quando foi informado que a União possui terrenos e está disposta a oferecer ao município para que ele construa casas para as famílias que precisam. “E o governo federal possui recursos para que se viabilize a construção delas”, disse, ao acrescentar que espera um posicionamento do município, para que essas famílias tenham o direito de morar e uma vida mais digna.

 

Foto 2: Noel Lino