João Daniel lamenta a morte de Souza, presidente do Sindicato dos Bancários


Aracaju, 21 de outubro de 2014

O deputado João Daniel (PT) lamentou a morte do presidente do Sindicato dos Bancários de Sergipe (SEEB/SE), José de Souza, noticiada nesta terça-feira, dia 21. “Lamentamos profundamente a morte do grande companheiro e camarada Souza, que pessoalmente era um grande amigo, um grande companheiro do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e que muito nos orgulhava por sua história de luta”, declarou João Daniel.

 

O deputado conhecia Souza desde o ano de 1993, quando à época era bancário do Banco do Brasil, na agência do município de Nossa Senhora das Dores. “Como sindicalista, Souza nunca deixou de estar ao lado do MST e das lutas dos trabalhadores rurais”, afirmou.

 

João Daniel acrescentou que como deputado estadual vinha participando, nos últimos anos, de todos os atos realizados pela Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) em comemoração ao dia 1º de Maio, no conjunto Augusto Franco, juntamente com Souza e demais trabalhadores. “Souza era um amigo, um grande companheiro. A classe trabalhadora de Sergipe e do Brasil perdeu um grande companheiro que servirá de exemplo para todos os trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade”, frisou João Daniel.

 

Em nota, o Sindicato dos Bancários informou na tarde desta terça-feira a morte prematura de José de Souza, 56 anos, que foi encontrado desacordado em um apartamento de um hotel em Fortaleza (CE), para onde tinha ido participar da assinatura do aditivo do acordo coletivo do Banco do Nordeste (BNB). Souza ocupava pela segunda vez consecutiva o cargo de presidente do Sindicato dos Bancários. Desde a década de 80 atuava no movimento sindical. Natural do município de Carira, Souza deixa esposa, a jornalista Niúra Belfort, e dois filhos, Wladimir e Letícia.

Por Edjane Oliveira, com informações do SEEB/SE

Foto: SEEB/SE