Joao Daniel é solidário à luta dos sem teto e pede solução para impasse no 17 de Março


O deputado estadual João Daniel usou a tribuna nesta quinta-feira, 21, para cobrar da Prefeitura de Aracaju uma solução pacífica para o impasse criado no bairro 17 de Março, onde unidades habitacionais foram ocupadas por família sem teto. O parlamentar disse que esteve no local e acompanhou as cobranças do movimento sem teto. “Estive ontem à noite, fui convidado pela coordenação, lamento profundamente que a administração municipal até hoje não tenha enviado uma assistente social, apenas cumpra a ordem judicial”.

De acordo com João Daniel, não houve sensibilidade por parte da Justiça, que não encontrou saídas para o problema e encaminhou o cumprimento da ordem por parte da polícia. “Ouvi do comando da Polícia Militar que não haverá nenhuma arbitrariedade. Mas houve excessos, vi ontem à noite. Trouxe um casal ate à delegacia para prestar queixa porque chutaram a porta do barraco e bateram no rosto de uma pessoa porque acham que é bandido. Repudio e prestamos queixa com o casal. O jovem vinha do trabalho, estava chegando em casa”, lamentou.

Segundo João Daniel, a polícia precisa apurar quem incendiou um ônibus na comunidade. “Os sem teto não admitem que partiu deles a iniciativa (de incendiar o ônibus)”.O parlamentar complementa:”Prefeitura de Aracaju não mostra nenhuma sensibilidade o drama dos moradores”.

Dilson Ramos, da Agência Alese (www.agenciaalese.se.gov.br)