João Daniel discute com MDA implantação de projetos na área de produção


 

Aracaju, 22 de março de 2016

O deputado federal João Daniel (PT/SE) esteve reunido com o ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Patrus Ananias, acompanhado pelo deputado federal Sibá Machado (PT/AC), debatendo experiências de projetos já realizados no Acre na área de produção e indústria e discutindo a implantação de modelos de assistência técnica e créditos para cooperativas. No início do mês, João Daniel integrou a comitiva que foi àquele Estado conhecer a experiência da organização de empresas com cooperativas de agricultores familiares e assentados, em parcerias público-privadas comunitárias.

 

“Fomos conhecer a experiência da organização de empresas com organizações de cooperativas de agricultores familiares e assentados. Empresas que funcionam somente com assentados e agricultores, outras que funcionam com agricultores familiares, assentados, com o estado do Acre e empresários privados, a chamada parceria público-privada comunitária”, relatou o deputado. Acompanharam o deputado nesse intercâmbio, coordenado pelo deputado Sibá Machado e o governo do Estado do Acre, representantes de outros Estados, a exemplo do Piauí, Bahia e Ceará. De Sergipe, além de João Daniel, também esteve presente uma comissão formada pelo superintendente regional do Incra em Sergipe, André Bomfim; o professor Givaldo Hipólito Dantas, da Universidade Federal de Sergipe (UFS); o prefeito de Poço Redondo, Roberto Araújo; e representantes dos agricultores ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

 

Durante as visitas aos projetos já em execução, o grupo conheceu um dos mais modernos do mundo na área de produção e industrialização de peixe. “Conhecemos do laboratório que produz os alevinos, a criação de peixe e a indústria de beneficiamento, com contratos de mercados nacionais e internacionais. Uma indústria moderna, com investimentos do governo federal, com participação da iniciativa privada, dos agricultores familiares, dos assentados e do governo do Estado do Acre”, revelou o deputado.

 

Além da cadeia produtiva do peixe, o grupo também visitou experiências de pequenos agricultores que cultivam peixe que estão conseguindo uma excelente renda com a piscicultura. “Além do peixe, conhecemos a produção e indústria da castanha do Acre e a indústria de carne, tanto de aves quanto suínos, onde, no caso de suínos, há um dos mais modernos frigoríficos do Brasil, com parceria também da agricultura familiar, do Estado e dos assentamentos, com alta produção e alta tecnologia e uma excelente experiência”, informou João Daniel.

 

Implantação

O deputado acrescentou ainda que o importante dessa visita foi que também estiveram presentes representantes dos bancos oficiais, entre ele o Banco Nacional do Desenvolvimento Social e Econômico (BNDES), representantes do Ministério do Desenvolvimento Agrário e da Presidência nacional do Incra e da Agência Nacional de Assistência Técnica (Anater). “O objetivo central da nossa visita e, no retorno, com a audiência com o ministro Patrus Ananias, é discutir a implantação de modelos de assistência técnica e de crédito para as cooperativas. A importância de as cooperativas terem linhas de produção com técnicos especializados e contratados, como é feito nessa experiência bem sucedida hoje no Acre, com apoio do governo do Estado e créditos que possam financiar a produção para viabilizar os empreendimentos industriais e também o custeio da produção da agricultura familiar”, ressaltou o parlamentar.

 

Segundo João Daniel, o ministro do Desenvolvimento Agrário e sua equipe em Brasília ficaram muito satisfeitos com a proposta e marcou ida pessoal ao acre. O deputado informou ainda que está agendando conversa com o governador Jackson Barreto para discutir esse projeto para agricultores familiares e assentados de Sergipe. “Lá também tivemos oportunidade de conhecer leis que foram criadas pela Assembleia Legislativa do Acre para possibilitar os arranjos produtivos e a participação do Estado. É um modelo novo, vitorioso que hoje serve de exemplo, com repercussão internacional”, destacou.

 

Durante as discussões na reunião com o ministro Patrus Ananias, foram abordadas as questões relativas a montagem do Plano Safra 2016/2017 envolvendo as cooperativas e a participação do Ministério do Desenvolvimento Social e Anater na montagem dos programas.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa