João Daniel destaca realização do 27º Encontro Estadual do MST


 

 

O deputado estadual João Daniel (PT) parabenizou o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) pela realização do 27º Encontro Estadual do MST. Em discurso feito na sessão da Assembleia Legislativa desta quarta-feira, dia 18, ele informou que o evento foi aberto na noite de ontem, dia 17, e segue até a próxima sexta-feira à noite.

 

“Cerca de 500 lideranças, juventude, homens e mulheres de todos os assentamentos e acampamentos e amigos do MST estiveram presentes à abertura, além de representantes das centrais sindicais CUT e CTB, bem como o Levante Popular da Juventude, movimento de moradia, Motu, Via Campesina, UFS, várias entidades e representantes da sociedade civil”, registrou.

 

De acordo com o deputado, nessa edição o Encontro Estadual vai debater temas relacionados à luta pela reforma agrária, melhores condições de vida e estrutura nos assentamentos e a luta pela terra para todas as famílias acampadas em Sergipe. Na oportunidade, João Daniel também registrou que continua aguardando as medidas com relação à questão da reforma agrária e decretos de desapropriação de terras, pela presidenta Dilma Rousseff.

 

“Temos feito muitos elogios a ela, mas na questão da reforma agrária temos algumas críticas como membro do Partido dos Trabalhadores, membro da Secretaria Agrária Nacional do partido e membro de movimentos sociais e do MST. Espero que o compromisso assumido no dia 18 de outubro entre a presidenta Dilma e o ministro Pepe Vargas [do Desenvolvimento Agrário], de que até o final do ano 100 decretos de desapropriação aconteceriam no país e Sergipe está dentro com vários decretos, possa se cumprir”, disse.

 

O deputado acrescentou que espera que isso possam acontecer nesses últimos dia de dezembro e que possam também tomar as medidas referentes acordadas com todos os movimentos que tratam sobre créditos dos assentamentos. “Resolvendo um passivo antigo de dívidas dos assentamentos e pequeno agricultores e novos créditos que foram acordados com todas as organizações do campo, incluindo o MST. Por isso esperamos que a presidenta Dilma possa cumprir esses decretos”, disse.

 

João Daniel ressaltou que para o Estado de Sergipe o governador Marcelo Déda tinha renovado um novo convênio. A primeira parcela, no valor de R$ 20 milhões, chegou a ser depositada. O valor total era de R$ 70 milhões e o convênio foi suspenso. O deputado disse que espera que o governador Jackson Barreto possa continuar cobrando e a presidenta Dilma mantenha o convênio firmado entre o governo do Estado e o governo federal.

Edjane Oliveira, da Assessoria Parlamentar