João Daniel destaca importância de chegada do campus do IFS ao município de Poço Redondo


 

A expansão do ensino superior para o interior do Estado foi tema do pronunciamento do deputado João Daniel (PT) na sessão desta quinta-feira, dia 20, na Assembleia Legislativa. O parlamentar registrou e comemorou o importante ato ocorrido no final do mês de janeiro, no município de Poço Redondo, quando foi assinada a ordem de serviço para a construção da primeira etapa do campus do Instituto Federal de Sergipe (IFS) no município. Participaram da solenidade o governador Jackson Barreto, o prefeito de Poço Redondo, Roberto Araújo, o reitor do IFS, Ailton Rocha, entre outras autoridades.

 

João Daniel parabenizou o governo da presidenta Dilma Rousseff e o governo federal, através do Ministério da Educação e Instituto Federal de Sergipe pelo processo de expansão dessa importante instituição que hoje oferece cursos de nível superior. Na construção desse campus, serão investidos mais de R$ 5 milhões. Houve uma primeira licitação, que deu deserta, mas a empresa vencedora da segunda licitação já está realizando as obras, “e esperamos que ela possa seguir o ritmo da construção”, disse.

 

De acordo com o deputado João Daniel, o campus do IFS ofertará 1.200 vagas, em cursos de ensino profissionalizante e ensino superior. Inicialmente serão voltados mais para a área da agricultura e pecuária, além de outros programas e projetos que o IFS poderá desenvolver na região do Alto Sertão. O parlamentar acrescentou que só na escola técnica Dom José Brandão de Castro, que ainda não está em pleno funcionamento, no curso de nível médio já tem 300 jovens da região contemplados. “Essa juventude vai ter a possibilidade de dar continuidade aos seus estudos com cursos de nível superior na própria região com a chegada do IFS”, acrescentou.

 

Importância

A deputada Maria Mendonça (PP) aparteou o pronunciamento e parabenizou o deputado pela iniciativa de levar à tribuna da Assembleia o registro de um ato tão importante para a região do Sertão. Ela acrescentou que tem visto que o IFS tem se preocupado com a expansão, para que de fato seja levada uma educação de qualidade tanto de nível médio como superior a todos os sergipanos. “Temos clareza de que a educação é o alicerce, a base do desenvolvimento de qualquer nação. Não temos dúvida de que Sergipe ganhou muito com toda essa expansão do IFS”, disse, ao parabenizar o reitor do Instituto e toda sua equipe.

 

Quem também aparteou o pronunciamento foi o deputado Gilson Andrade (PTC), que parabenizou todo IFS pelo processo de expansão, que possibilita os filhos de trabalhadores rurais, de pessoas pobres terem a possibilidade de cursar diversos cursos técnicos e de nível superior, a exemplo do município de Estância, onde o IFS oferecerá o curso de Engenharia, nível superior. “Isso para quem, como eu, é filho de família pobre sabe a importância que é ter a possibilidade de estudar, avançar na vida através dos estudos”, disse, acrescentando que desde 2005 está na luta para que a UFS possa expandir seus cursos para o município de Estância, beneficiando os munícipes e todos da região.

 

João Daniel frisou que a expansão do IFS para várias regiões do Estado é muito importante. Ele lembrou que esse processo de expansão foi muito bem retratado pelo reitor Ailton Rocha em seu pronunciamento feito no ano passado, no plenário da Assembleia, durante o grande expediente de uma sessão. Em Sergipe, só na região do Alto Sertão em breve serão dois campus do IFS, em Nossa Senhora da Glória e Poço Redondo, além de outros municípios do Estado. “Parabéns o reitor pelo trabalho feito, pela firmeza que vem conduzindo em Sergipe o Instituto e o governo federal pela importância de levar essa instituição para o interior, especialmente neste caso para Poço Redondo”.

Assinatura de protocolo

Em seu discurso, o deputado João Daniel registrou que ontem participou do ato de assinatura do protocolo de parceria de um intercâmbio entre o IFS, representantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), Movimento Organizado dos Trabalhadores Urbanos (Motu) e da Mondragon País Basco. O parlamentar, que assinou o protocolo como testemunha, explicou que essa parceria pretende a viabilização da abertura de cursos na área de gestão e cooperativismo.

 

“Está sendo formada uma primeira turma de 22 jovens na área de gestão e queremos com esse protocolo que o IFS possa criar um novo curso, dentro de um campus formal, na área de gestão e cooperativismo, para que representantes dos trabalhadores dos movimentos do campo e da cidade possam preparar suas lideranças e militantes para a administração da área de gestão.
Edjane Oliveira, da Assessoria Parlamentar

 

Foto 1: Ronaldo Sales