João Daniel destaca importância da reunião da bancada do Nordeste com os governadores


Aracaju, 15 de abril de 2015

O deputado federal João Daniel (PT/SE) registrou na sessão da Câmara dos Deputados dessa quarta-feira, dia 15, a importância da reunião da bancada do Nordeste com os governadores da região, realizada na manhã de hoje. Na oportunidade, disse ele, foram debatidos e discutidos temas importantes que estão tramitando na Câmara e no Senado, projetos fundamentais e estruturantes para o Nordeste, entre eles a questão da irrigação e as refinarias.

 

“Quero dizer que nos somaremos, numa pauta positiva, para o Nordeste continuar crescendo, se desenvolvendo e fazendo mais justiça social, com menos miséria, num processo que já foi iniciado com muita força no governo Lula e governo Dilma”, afirmou João Daniel, ao saudar o governador de Sergipe, Jackson Barreto, que esteve presente à reunião.

Ele parabenizou o coordenador da Frente pelo Nordeste, deputado Júlio César, que durante a reunião apresentou um estudo sobre os números da economia da região Nordeste e a necessidade de mais investimentos para reduzir desigualdade com as demais regiões brasileiras. Entre os dados, o de que o Nordeste tem 53,80% dos pobres brasileiros, de acordo com números de 2013. “Mesmo com a redução da pobreza proporcionada pelo governo do presidente Lula e da presidenta Dilma precisamos trabalhar para que esse número diminua ainda mais. Por isso, o importante papel da Bancada do Nordeste em agilizar a tramitação de proposições que ajudem o povo nordestino a alcançar programas e ações que proporcionem mais desenvolvimento”, destacou o deputado João Daniel.

 

Também foi discutida a proposta de emenda à Constituição (PEC) 386, que está no senado Federal, e cria o Plano Nacional de Irrigação e o Fundo Nacional de Irrigação, além de assuntos que envolvem entes federativos – União, estados e municípios, federativos –, como a reformulação do Pacto Federativo, o indexador das dívidas dos estados e municípios, a questão das Contas Públicas, medidas sobre ajustes fiscal, e até mesmo a questão da reforma política, a retomada de investimento da Petrobras na região – via refinarias Premium I (Maranhão) e Premium II (Ceará), entre outros.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa

Fotos: Márcio Garcez