João Daniel destaca a sensibilidade do governo do Estado com famílias do Casarão do Parque


Aracaju, 10 de junho de 2015

Na Câmara Federal, o deputado João Daniel (PT/SE) registrou, na sessão desta quarta-feira, dia 10, a atitude do governo do Estado em solucionar a situação das 41 famílias que foram despejadas do edifício Casarão do Parque, em Aracaju (SE). No último dia 3, o governador Jackson Barreto determinou que o Estado acolhesse as famílias que estavam vivendo na rua, depois que foram retiradas do prédio e não receberam nenhuma assistência da Prefeitura de Aracaju. O deputado participou da reunião e acompanhou a saída das famílias da rua para a casa de passagem estadual.

 

Para o deputado, essa foi uma questão muito grave, pois eram mais de 115 famílias ao relento, em sua maioria crianças. “Lamentavelmente, o prefeito da capital colocou claramente que não iria fazer o cadastramento e não daria assistência às famílias que foram despejadas, em um período de chuva e ficaram no meio da rua durante quase uma semana”, disse.

 

João Daniel ressaltou que por ordem do governador Jackson Barreto houve a determinação para que as famílias fossem acolhidas imediatamente. “Tive a oportunidade de participar de uma reunião coordenada pela secretária de Estado da Mulher, da Inclusão e Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanos, Marta Leão, em que ela, pessoalmente, com o movimento de moradia, foi ao local e levou todas as pessoas para dar assistência imediata e alimentação”.

 

Ele relatou que todas as famílias foram levadas para o albergue e tratadas com respeito. Disse ainda que foi determinado pelo governador Jackson Barreto o cadastramento, a garantia de alimentação, o auxílio-moradia e habitações decentes para elas nos próximos períodos. Essa semana, inclusive, as famílias já receberam a declaração para abrirem a conta no banco, através da qual receberão o recurso do auxílio-moradia.

 

“Quero dizer que fico muito feliz porque ajudei a eleger e ajudei a trabalhar, como todos os movimentos sociais do nosso Estado, a eleição do governador Jackson Barreto. E não uma posição diferente desta que nós esperávamos”, ressaltou o deputado.

 

João Daniel lamentou o tratamento dado pelo prefeito de Aracaju a essas famílias. “Lamentamos profundamente a forma arrogante como o atual prefeito, gestor da nossa capital, tratou as pessoas, tratando com desrespeito, chamando as pessoas — crianças, idosos, mulheres grávidas — jogados no meio da rua, de oportunistas. Mas o governador teve sensibilidade e não olhou se era papel do município. O governador, autoridade maior do Estado, tratou com respeito e dignidade todas as crianças, homens e mulheres que lá estavam”, frisou, ao parabenizar a secretária Marta Leão e o governador.

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa

Foto: ASN