João Daniel defende envolvimento de todos no debate sobre a violência


Aracaju, 20 de novembro de 2015

 

Preocupado com o grave problema da violência que tem atingido não apenas Sergipe, mas todo país, especialmente no trânsito, o deputado federal João Daniel (PT) fez um alerta, esta semana, na sessão da Câmara dos Deputados, sobre a necessidade de envolver toda sociedade nesse debate para compreender a origem da violência e, assim, de que forma combatê-la. Para o parlamentar, somente com a participação da sociedade, junto com os governos, secretarias de Segurança, igrejas, movimentos sociais, escolas e associações se conseguirá enfrentar a violência e a falta de segurança pública.

 

Em seu discurso, João Daniel citou um dos casos de violência que diariamente acontecem. Esse, em especial, chocou a população do município de Itabaianinha, na região Sul de Sergipe, que foi a morte do adolescente Mateus Portela, de 16 anos, vítima de um racha realizado por dois outros jovens. O acidente aconteceu no dia 4 de outubro último e Mateus ainda passou 17 dias internado. “Lamentavelmente, ele perdeu a vida num racha de irresponsabilidade de outros jovens. Mas esse não é um caso isolado, não é um problema de Itabaianinha, não é um problema só de Sergipe. A sociedade brasileira vive um momento em que é preciso parar para discutir quais são seus valores, os valores da vida, os valores fundamentais de respeito às pessoas”, frisou.

 

Durante esta semana, o deputado esteve reunido com o secretário de Segurança Pública de Sergipe, Mendonça Prado, juntamente com o delegado coordenador das delegacias do interior e o representante da Polícia Militar, para discutir o tema da violência no Estado de Sergipe e também o caso específico de Itabaianinha. “Na ocasião, manifestamos o compromisso do nosso mandato com a viabilização de recursos que garantam o desenvolvimento de ações que priorizem a conscientização e a mobilização conjunta da sociedade com os operadores da segurança pública, em prol de uma sociedade mais fraterna”.

 

Mobilizações

João Daniel parabenizou todas as lideranças de Itabaianinha, a exemplo de Ledinha, que tem uma preocupação constante com a melhoria das condições de vida no município, também a juventude e a sociedade que têm feito grandes mobilizações. “Não é mobilização contra a atual segurança pública, mas é mobilização no sentido de despertar a consciência da nossa população para esse grave problema. A sociedade e os representantes de Itabaianinha estão mais do que indignados, estão também lutando para que a nossa sociedade crie uma nova mentalidade, valorize a vida e possa se reencontrar para construir uma sociedade em que se pense que a vida está acima de tudo, com valores éticos, morais e de respeito. E assim possamos construir uma sociedade com mais paz e justiça”, afirmou. Para o deputado, não se pode admitir e aceitar uma sociedade cada vez mais consumista, individualista, onde a vida não vale nada.

 

Participaram da audiência com o secretário da Segurança Pública, o radialista Carlos Casa Nova, pai de Mateus; o representante dos estudantes universitários de Itabaianinha, Martins Neto; o pastor Adriano Costa; e o advogado Emílio Eduardo. Todos puderam fazer seus relatos sobre a gravidade da situação, a exemplo da trágica morte de Mateus Portela. Estima-se, inclusive, que, só neste ano já existam mais de 30 vítimas do trânsito naquela cidade, algumas morreram e outras mutiladas ou com sequelas.

 

O secretário garantiu que a SSP irá intensificar a fiscalização no trânsito, ressalvando a competência de atuação no município na área urbana, e se comprometeu a aumentar as rondas no horário da noite quando os estudantes universitários retornam ao município. E em relação ao efetivo policial destacado para o município, informou que o atendimento à população será melhorado com a implantação do sistema de radiocomunicação.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa