João Daniel defende a instalação de armazéns para grãos em regiões produtoras


.

Em seu pronunciamento feito na sessão desta segunda-feira, dia 29, na Assembleia Legislativa, o deputado João Daniel (PT) informou que, na última sexta-feira, participou de reunião realizada no escritório da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), com a participação da superintendente regional para os Estados da Bahia e Sergipe, Rose Pondé, juntamente com alguns prefeitos da região do Alto Sertão sergipano. Segundo ele, o objetivo do encontro foi discutir a situação de emergência e o papel do governo federal na questão da alimentação para os animais.

O parlamentar disse que tem acompanhado os grandes problemas que têm vivido os pequenos agricultores para alimentar seu rebanho de poucos animais, assim como também a decisão do governo federal de vender milho a preço mínimo. No entanto, ele ressaltou que há dificuldade disso chegar aos agricultores que têm poucos animais, principalmente nos locais mais distantes.

Segundo João Daniel, felizmente, na sexta-feira iniciou a distribuição, com a autorização da Conab, em dois pontos, nas regiões mais distantes. Um deles é no município de Poço Redondo. O outro será em Nossa Senhora da Glória, que iniciará nos próximos oito dias. “Nesses locais terá milho disponível em quantidade para todos os pequenos agricultores que lá se inscreverem e mostrarem o seu laudo com a quantidade de animais”, disse.

O deputado explicou que isso é para pequenos agricultores assentados, posseiros que têm um pouco de animais. “Nós ficamos felizes com essa reunião proveitosa, com a superintendente regional da Conab e alguns prefeitos, como Heleno Silva, de Canindé, Roberto Araújo, de Poço Redondo, e Chico dos Correios, de Nossa Senhora da Glória, entre outros”, disse.

Armazéns –João Daniel lembrou que há algum tempo apresentou uma indicação na Assembleia, que foi encaminhada ao governador Marcelo Déda, para sanar um dos grandes problemas que aflige o Estado que é a falta de armazéns para o armazenamento dos grãos produzidos. Ele disse que espera que o mais breve possível o governo do Estado possa atendê-la.

De acordo com o deputado, o único que existe é o da Conab no município de Itabaiana, que funciona para guardar alimentação e milho. “Isso é inadequado. Nós precisamos que o governo do Estado e o governo federal reorganize uma política de armazenamento. Armazém hoje é barato, fácil de fazer e precisamos de mais deles em várias regiões, principalmente nas produtoras de grãos”, declarou João Daniel.

Foto: Maria Odília/Agência Alese