João Daniel apoia nota de movimentos em resposta aos ataques antidemocráticos na Venezuela


Aracaju, 09 de agosto de 2018

 

 

O deputado federal João Lula Daniel (PT/SE) usou a tribuna da Câmara Federal, na tarde de ontem, dia 09, para destacar e apoiar a nota da Frente Brasil Popular e de todos os movimentos sociais em defesa da democracia e do presidente venezuelano, Nicolás Maduro. No último sábado, dia 04, objetos voadores, identificados como drones, explodiram em evento da Guarda Nacional da Venezuela, no exato momento em que Maduro discursava. Sete militares ficaram feridos.

 

A nota emitida pelos movimentos e reforçada por João Daniel afirma que as forças do capital e do império dos Estados Unidos já assassinaram muitos líderes no mundo inteiro e que isso é de conhecimento público. Entre eles, o texto cita Sandino, da América Latina, e Martin Luther King entre os líderes americanos. A nota ainda frisa que o império nunca conseguiu deter a força da luta do povo por justiça e igualdade na América e no mundo inteiro.

 

“Sobre esse atentado contra o Presidente Maduro, que felizmente saiu ileso, todas as denúncias dos jornais levam a crer — e é preciso que haja uma apuração — que, por trás disso, está mais uma vez a força imperialista do Governo americano e de Governos latinos aliados, que tentam, de toda forma e com toda a força, impedir que um país que tem democracia popular e fez o maior número de referendos populares, de eleições populares possa construir a sua nação”, disse João Daniel.

 

O deputado ainda repudiou as críticas feitas por parlamentares a governos populares como o da Venezuela. “Lamento profundamente que, em parte, alguns desta Casa tenham críticas. Nós aceitamos que haja divergências e críticas com relação ao Governo de Cuba, ao Governo da Venezuela, ao Governo da Bolívia. Mas a grande maioria que faz a defesa contrária aos Governos populares é a mesma que baixa a cabeça para os americanos, que não dá um ‘pio’ quando os Estados Unidos invadem os países e destroem Nação e que é mansa para os imperialistas e para os países ricos”, criticou.

 

No fim do seu discurso, João Daniel enfatizou o seu apoio e a sua defesa aos movimentos sociais, entre eles o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), os movimentos que compõem a Frente Brasil Popular, e ao companheiro João Pedro Stédile, grande liderança desses movimentos, que, segundo o deputado, querem verdadeiramente construir a democracia e um país justo em qualquer lugar deste planeta.