João Daniel apoia atos de trabalhadores rurais em defesa da Previdência e contra fim do MDA


 

Aracaju, 16 de junho de 2016

 

Ato da Contag na Esplanada dos Ministérios, em Brasília

O deputado federal João Daniel (PT/SE) externou seu total apoio às mobilizações realizadas por trabalhadores e trabalhadoras rurais, através da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), que aconteceram em Brasília e em vários estados do país, a exemplo de Sergipe. Na capital federal, os trabalhadores ocuparam nesta quinta-feira, dia 16, os Ministérios da Previdência Social e do Desenvolvimento Agrário e realizaram um grande ato na Esplanada dos Ministérios.

 

Em Sergipe, o ato aconteceu na agência do INSS do município de Nossa Senhora da Glória, sob forte chuva, como vem acontecendo nos últimos dias. Os trabalhadores e trabalhadoras reivindicam a volta do MDA, extinto pelo governo interino de Michel Temer, protestam também pelo fim do Ministério da Previdência Social e a proposta de reforma da Previdência, com o estabelecimento de uma idade mínima para aposentadoria, além de reivindicarem a manutenção de uma política de habitação rural.

 

Trabalhadores e trabalhadoras ocupação Ministérios

“Em meu nome e em nome do Núcleo Agrário do Partido dos Trabalhadores, o qual coordeno na Câmara, gostaria de deixar nosso total apoio a essa pauta justa”, afirmou o deputado João Daniel. Ao participar do ato da Contag em Brasília, na manhã desta quinta, o parlamentar destacou a importância dos trabalhadores nas ocupações realizadas pelo país e também nos Ministérios. “Esse governo nasceu de um golpe e quer retirar direitos conquistados ao longo da história por trabalhadores do campo e da cidade”, disse.

 

Ato realizado em Nossa Senhora da Glória Foto: Portal Mais Sertão

Na avaliação de João Daniel, as medidas adotadas até agora por esse governo ilegítimo colocam o Brasil a serviço do grande capital, dos banqueiros, dos rentistas. “Eles não querem a Previdência Rural, não querem manter as políticas rurais. Acabaram com todos os editais de assistência técnica e extensão rural e estão enfraquecendo todas as políticas”, disse o deputado, ao acrescentar que é preciso que se continue com atos como esses e que os brasileiros permaneçam com a cabeça erguida e bandeiras ao alto.

 

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa

Fotos: Márcio Garcez