Guarani-Kaiowá: João Daniel se solidariza com povos indígenas


Aracaju, 1 de setembro de 2015

 

O deputado João Daniel se solidarizou com os Guarani-Kaiowá e todos os povos indígenas pelo assassinato de Semião Vilhalva, líder indígena, no último sábado, por pistoleiros, no Mato Grosso do Sul. Ele lamentou mais essa morte pela disputa de uma terra que pertence aos índios, primeiros habitantes do nosso país. O deputado parabenizou o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, Paulo Pimenta, que tem acompanhado esse caso.

 

“Quero deixar registrada minha posição, pois o Brasil só será uma pátria mais justa quando fizer a demarcação das terras indígenas, quando der dignidade ao povo indígena, quando for feito um grande projeto de reforma agrária e reconhecimento das comunidades quilombolas. Não podemos aceitar que continuem morrendo índios, índias e trabalhadores rurais por conta da terra. A terra é um bem da natureza deixado por Deus e no nosso país os índios são os primeiros que moraram aqui”, declarou João Daniel.

 

O deputado, no último dia 1 de julho, havia proposto que uma comissão formada por membros da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara fosse até o Mato Grosso do Sul acompanhar essa situação, ouvindo indígenas e os que se dizem proprietários das terras, para buscar uma solução junto ao Ministério da Justiça. Ele mesmo se dispôs a ir.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa

Foto: Aty Guasu/Facebook