“É fundamental que toda sociedade brasileira se mobilize enquanto há tempo”, diz João Daniel sobre a eleição presidencial


Aracaju, 24 de outubro de 2018

 

 

A poucos dias da eleição, o país vive a expectativa de qual candidato será escolhido para governar o Brasil pelos próximos quatros anos e conduzir os destinos da Nação. Na avaliação do deputado federal reeleito João Daniel (PT), estamos vivendo uma semana das mais importantes da história do Brasil. Isso porque, destacou ele, temos uma eleição que, pela primeira vez na história, ao menos para esta geração que passou a votar para presidente da República a partir de 1989, onde um candidato representa tudo que seria impossível acreditar que um postulante à Presidência poderia defender: o fim dos direitos conquistados, como os trabalhistas, o direito à democracia, de respeito à oposição, respeito aos partidos, aos movimentos sociais, aos movimentos populares.

 

“O Brasil passa por uma situação de vergonha internacional em ter um candidato com a formação e a personalidade de uma pessoa completamente fora de qualquer padrão democrático e de civilidade Uma pessoa que só sabe agredir”, disse, referindo-se ao alerta já feito por várias entidades em matérias publicadas em jornais de mais de 20 países sobre o desastre que será para o Brasil e as consequências que o país sofrerá caso Jair Bolsonaro (PSL) seja eleito.

 

João Daniel relatou que conhece este candidato há quatro anos na Câmara Federal e nunca viu dele uma defesa para uma pauta democrática. “Verdadeiramente estamos vivendo uma eleição onde se ameaça todas as conquistas, com uma ameaça de toda pauta na área de direitos humanos, de direitos dos trabalhadores e do desrespeito e fim das instituições democráticas do Estado brasileiro”, acrescentou. Por isso, o deputado João Daniel ressaltou que é fundamental que toda sociedade brasileira se mobilize enquanto há tempo. “Que não pague para ver. Teremos o Brasil enfrentando a pior crise da sua história e o crescimento real da violência, uma vez que este candidato é financiado e incentivador da violência no Brasil”, destacou.

 

O parlamentar acrescentou ainda que, do outro lado, o candidato Fernando Haddad (PT) representa um projeto popular e democrático. “Haddad representa, neste momento, os verdadeiros interesses da sociedade brasileira e da soberania nacional”, ressaltou o deputado João Daniel.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa