Deputado João Daniel registra realização do 18º Grito dos Excluídos


.
No pequeno expediente da sessão desta terça-feira, dia 11, o deputado estadual João Daniel (PT) fez pronunciamento para registrar mais uma edição do Grito dos Excluídos, que este ano aconteceu pela 18ª vez. O evento tradicionalmente acontece no dia 7 de setembro, depois da realização do desfile cívico-militar em várias cidades do Brasil e em Sergipe na cidade de Aracaju. Segundo o parlamentar, este ano o Grito contou com participação de muitas pessoas, integrantes de todas as Pastorais da Igreja Católica, centrais sindicais, movimentos sociais, juventude, entre os quais o deputado destacou a coordenadora da Cáritas no Estado, Enrica Minini, o bispo auxiliar de Aracaju, dom Henrique Soares, que celebrou o ato ecumênico antes do Grito, e a Juventude do Levante Social.

João Daniel destacou que este ano o lema do Grito dos Excluídos tem a ver com a construção de um Brasil para os trabalhadores. “Queremos um Estado a serviço da nação com direito para todos. Temos este ano esse debate que não se encerra no 7 de setembro, mas que é fundamental para discutir o projeto de nação, quais os direitos e a importância da construção de um povo que possa construir sua verdadeira independência com todos os direitos preservados”, frisou.

De acordo com o deputado, entre os temas debatidos este ano pelo Grito dos Excluídos estão as questões ambientais, direitos humanos, justiça social e exploração que ainda são submetidos milhões de trabalhadores no Brasil, sejam operários ou trabalhadores rurais, para ganhar o pão e o salário. “Parabenizo o tema escolhido pela Coordenação Geral do Grito dos Excluídos e também parabenizar a Polícia Militar, que como em anos anteriores teve a interlocução, sem haver nenhum problema, até porque o grito entra nas ruas após o desfile de todas as escolas”, disse. João Daniel agradeceu também ao governo do Estado que lá estava no palanque e que permaneceu para ver a manifestação.

Edjane Oliveira, da Agência Alese (www.agenciaalese.se.gov.br)