Deputado João Daniel registra os 49 anos do golpe militar no Brasil


Ao usar a tribuna na sessão desta segunda-feira, dia 1º, o deputado estadual João Daniel (PT) registrou a passagem dos 49 anos do golpe militar que aconteceu no Brasil. O parlamentar disse que é preciso lembrar a data, para mantê-la viva na memória do país. Ele disse que de uma forma ou de outra todos os brasileiros têm uma opinião, a favor ou contra, o que aconteceu no dia 1º de abril de 1964.

“Nós precisamos relembrar que centenas de homens e mulheres deram sua vida para que pudéssemos estar aqui e ter um país mais democrático, que luta por melhores condições e que cresce a cada dia com participação de seu povo”, disse João Daniel. Em seu discurso, o deputado petista ressaltou a importância da Comissão da Verdade de Sergipe que deverá ser nomeada pelo governador Marcelo Déda e será acompanhada pelo secretário de Estado de Direitos Humanos, Luiz Eduardo Oliva.

O deputado acrescentou que gostaria de parabenizar todos os homens e mulheres que lutaram para que o Brasil fosse um país mais democrático. Em nome dos que lutaram nesse momento histórico do país, João Daniel homenageou a presidente Dilma Rousseff, que hoje ocupa o mais alto cargo da política brasileira. “E é nesse governo que queremos que se complete um relatório para que possamos apurar o passado e solidificar o caminho democrático no Brasil”, declarou.

Ele lembrou nomes como Carlos Mariguela, Edson Luiz, Wladimir Herzog e em nome deles homenageou os que não mais estão vivos. Ele disse que espera que o Estado de Sergipe e a Assembleia Legislativa, através da proposta de uma subcomissão na Casa, possam acompanhar essa questão e assim a história do nosso país possa ser contada. “Para que um dia seja passada a limpo essa história para todos os brasileiros e nossos jovens”, afirmou o parlamentar.

 

Edjane Oliveira, da Agência Alese (www.agenciaalese.se.gov.br)