Comissão de Agricultura da Câmara aprova realização de seminário para tratar da produção leiteira em Sergipe


Aracaju, 15 de julho

 

João Daniel em reunião com Marcelo Piccin, do MDA

Discutir a produção, fiscalização e comercialização do leite e seus derivados produzidos na bacia leiteira da região do Alto Sertão sergipano. Esse é o objetivo do seminário proposto pelo deputado federal João Daniel (PT/SE) e aprovado na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados. A proposta é que o seminário seja realizado no município de Nossa Senhora da Glória. A data ainda será definida.

 

Para tratar dessa questão, o seminário contará com presença do Ministério da Agricultura, Ministério do Desenvolvimento Agrário, Secretaria de Estado da Agricultura, o Instituto Federal de Sergipe (IFS) e a Universidade Federal de Sergipe (UFS), além de representantes dos produtores de leite e do Território da Cidadania do Alto Sertão.

 

A região do Alto Sertão sergipano tem no leite e nos seus derivados um dos pilares de sua economia, processando, atualmente, mais de 640 mil litros de leite por dia, com uma capacidade que pode ser dobrada, de acordo com levantamento feito pela Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro). O processo de regularização das pequenas queijarias é um ponto crucial para o crescimento e qualificação da produção de laticínios. Só em Sergipe existem 140 que funcionam de forma familiar e precária, que necessitam ser fiscalizadas e orientadas. Nesse sentido, é de fundamental importância a implementação do Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa).

 

Na tarde desta quarta-feira, dia 15, o deputado João Daniel esteve reunido com o diretor do Departamento de Geração de Renda e Agregação de Valor (DGRAV) do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Marcelo Piccin. Na oportunidade, eles discutiram a implementação Suasa e os benefícios disso para os agricultores familiares de Sergipe. O Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária é uma importante iniciativa que vai ajudar as pequenas indústrias camponesas. No caso específico de Sergipe, irá beneficiar as agroindústrias e as queijarias ligadas à agricultura familiar, por exemplo.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa

Foto: Márcio Garcez