Bancada ruralista vai pagar caro por ter acabado com o MDA, diz João Daniel


Aracaju, 18 de maio de 2016

 

Como membro da Comissão de Agricultura e coordenador do Núcleo Agrário, o deputado João Daniel deixou registrado, na reunião de hoje da Comissão, que a bancada ruralista vai pagar caro por ter acabado com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), “porque eles [os deputados ruralistas] se elegem com o voto da agricultura familiar e eles vão ter que explicar às bases, aos Sindicatos de Trabalhadores Rurais e Federações quais foram os motivos pelos quais o governo provisório não aceitou continuar com uma conquista histórica que não é do governo do PT”, disse João Daniel, lembrando que o MDA foi criado a partir do massacre de Eldorado dos Carajás e se constituiu  num grande projeto.

 

João Daniel acrescentou que a questão agrária no país entra agora num novo debate e disse ter certeza que o que vem acontecendo em várias partes do Brasil neste momento – inclusive com despejos violentos, como na Fazenda Santa Terezinha, em Foz do Iguaçu (PR) – é resultado de uma política em que a questão agrária não é vista como prioridade e se acaba com o MDA.

 

“Tem horas que o rio está cheio e tem força, mas tem horas… Agora, o rio está com muita força, a bancada ruralista, aqueles votaram pela derrubada da presidenta Dilma, mas essa força tem dias contados, porque o povo descobre, especialmente os agricultores familiares”, alertou o deputado. João Daniel lamentou a forma como é tratada por alguns parlamentares a questão agrária e a agricultura familiar, com falta de dignidade e respeito. “A agricultura familiar representa o que há de mais digno e mais justo, porque produz alimentos e representa distribuição de riqueza”, completou.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa

Foto: Márcio Garcez