“Aqueles que votarem pelo golpe ficarão marcados na história do Brasil”, afirma João Daniel


 

Aracaju, 17 de abril de 2016

 

Na sessão que se estendeu pela madrugada deste domingo, dia 17, o deputado federal João Daniel (PT) destacou e agradeceu ao povo sergipano a oportunidade de estar no Parlamento defendendo as ideias dos grandes lutadores e lutadoras de Sergipe. Lembrou que ainda no Oeste de Santa Catarina aprendeu com D. José Gomes da Silva a lutar contra a ditadura militar e já em Sergipe teve a oportunidade de conhecer outro homem que também lutava contra aquele regime, Dom José Brandão de Castro.
João Daniel ressaltou que agora, quando se completa 52 anos do último golpe militar no Brasil também se recorda nesse 17 de abril os 20 anos do massacre de Eldorado do Carajás, data também agora marcada como Dia Nacional de Luta pela Reforma Agrária. “Nós fazemos questão de falar, porque temos os nossos herdeiros, aqueles que nos orgulham por estarmos aqui, como nós temos os nossos líderes, dos quais nos orgulhamos”, destacou.
Segundo o deputado, não encontraram nenhuma vírgula contra a presidenta Dilma e nada comprovado contra o ex-presidente lula, por isso inventaram a chamada pedalada fiscal. “O presidente Lula é um homem honesto e honrado. A presidenta Dilma é uma mulher decente e honrada. Depois de 52 anos do golpe militar, aqui dentro, daqui a pouco, aqueles que votarem pelo golpe ficarão marcados na história do Brasil como os golpistas que rasgaram a Constituição”, afirmou João Daniel.

O parlamentar acrescentou que aqueles que assim votarem ficarão conhecidos na história como aqueles que perderam quatro eleições e querem no tapetão tirar o direito da juventude, dos trabalhadores e trabalhadoras que lutaram pela democracia. “Portanto, nós não temos dúvida de que vocês também criaram o maior movimento da história do Brasil nas últimas décadas”, finalizou.

 

Por Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa